Nas notícias lá fora: Vacina, carros a combustão e BBVA

  • ECO
  • 16 Novembro 2020

A responsável da Agência Europeia de Medicamentos alerta para os desafios das vacinas, enquanto o Reino Unido se prepara para proibir a venda de carros a gasolina e diesel a partir de 2030.

A primeira vacina contra o coronavírus está para breve, mas há quem alerte para os riscos e os desafios que isso traz. Contudo, enquanto uma vacina não chega, os efeitos continuam a ser sentidos, sendo a banca um dos setores afetados. No Reino Unido, Boris Johnson deverá proibir a venda de carros a gasolina ou diesel na próxima década, à medida que tem vindo a aumentar a pressão sobre as empresas de todo o mundo para se preocuparem com as alterações climáticas.

Bloomberg

Responsável da Agência Europeia de Medicamentos alerta sobre desafios das vacinas

Monitorar a segurança das vacinas contra o coronavírus, especialmente aquelas que contam com novas tecnologias como o RNA mensageiro, será um dos maiores desafios quando as vacinas começarem a ser distribuídas. Este é um alerta deixado por Emer Cooke, a nova CEO da Agência Europeia de Medicamentos, que sublinha que resultados positivos “não eliminarão a necessidade de monitorizar com muito cuidado as novas vacinas, em particular as primeiras que parecem estar a surgir”. Leia a notícia completa na Bloomberg (acesso condicionado, conteúdo em inglês)

Financial Times

Covid-19 acelera fecho das agências bancárias

Apesar de ter visto encerrar quase 2.500 agências bancárias na última década, França superou Espanha em 2019 como o mercado europeu com o maior número de agências per capita. Contudo, à medida que a pandemia transforma os hábitos dos clientes e aumenta a pressão sobre o setor bancário europeu, mesmo os mais resistentes estão a enfrentar pressão para mudar. “A relação entre clientes e bancos está a mudar e é cada vez mais digital”, diz José Garcia Cantera, diretor financeiro do Santander. Leia a notícia completa no Financial Times (acesso condicionado, conteúdo em inglês)

The Guardian

Reino Unido deve proibir a venda de novos carros a gasolina e diesel a partir de 2030

Boris Johnson está a planear proibir a venda de novos carros a gasolina e diesel dentro de uma década. Esta medida faz parte de um conjunto de políticas ambientais que o primeiro-ministro britânico vai anunciar esta semana, com o objetivo de potenciar o mercado de carros elétricos no Reino Unido e ajudar o país a atingir as metas climáticas. Leia a notícia completa no The Guardian (conteúdo em inglês)

Expansión

BBVA vende subsidiária nos Estados Unidos por 9.700 milhões de euros

O banco espanhol BBVA vendeu a filial dos Estados Unidos ao PNC Bank por 9.700 milhões de euros, um valor que representa 19,7 vezes mais do que o resultado líquido obtido pelo banco no ano passado. Com esta operação, o BBVA vai aumentar o seu capital em 14,5% e adquirir “flexibilidade para investir com rentabilidade” noutros mercados, para além de aumentar a remuneração dos acionistas. A saída do banco espanhol dos Estados Unidos, onde entrou em 2004, aumenta ainda mais a exposição aos mercados emergentes. Leia a notícia completa no Expansión (conteúdo em espanhol)

Reuters

Investidores dizem às empresas para revelarem custos climáticos “ausentes” nas contas

Os investidores europeus e norte-americanos pressionaram 36 empresas que emitem resíduos de forma a garantirem que os custos “ausentes” da mudança climática sejam refletidos de forma adequada nas demonstrações financeiras das mesmas. Foi-lhes enviado um documento onde se mostra a melhor forma de mostrar o impacto do Acordo de Paris nos lucros futuros. Os investidores instaram as empresas a “resolver a falta de custos das mudanças climáticas nas contas financeiras”. Leia a notícia completa na Reuters (conteúdo em inglês)

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Nas notícias lá fora: Vacina, carros a combustão e BBVA

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião