Sporting avança com despedimento coletivo e dispensa 20 trabalhadores

O clube de Alvalade vai avançar com o despedimento de 20 trabalhadores, devido à redução de custos com o pessoal para fazer face à crise provocada pela pandemia, avança o Tribuna Expresso.

O Sporting vai avançar com o despedimento coletivo de 20 trabalhadores, devido à redução de custos com pessoal para fazer face à crise provocada pela pandemia. Entre os visados estão Paulo Cintrão, assessor de imprensa da equipa de futebol profissional, André Leitão, assessor de imprensa para as modalidades, Rosa Duarte, secretária do Sporting, José Quezada, responsável pelo departamento de sócios, Carla Quinaz, coordenadora das modalidades e Carmo Tavares, atleta e administrativa do clube, avança esta quarta-feira o Tribuna Expresso (acesso livre, conteúdo em português).

De acordo com o jornal, o plano de despedimento já estava a ser desenhado pela direção do clube de Alvalade e os trabalhadores visados receberam esta quarta-feira as cartas que dão início ao processo.

Em dezembro do ano passado, a Sporting SAD anunciou um resultado líquido negativo de 4,2 milhões de euros no primeiro trimestre da época 2020/21, referindo que a pandemia de Covid-19 teve um impacto superior a cinco milhões de euros durante esse período.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Sporting avança com despedimento coletivo e dispensa 20 trabalhadores

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião