Garantia do Estado a apoio à economia prolongado até 30 de junho

  • Lusa
  • 14 Janeiro 2021

João Leão autorizou a manutenção da garantia pessoal do Estado às linhas de crédito de apoio à economia Covid-19, no montante de 793,7 milhões de euros.

O prazo de garantia do Estado à contratação de operações da linha crédito de apoio à economia covid-19 foi prorrogado até 30 de junho, segundo despacho esta quinta-feira publicado.

O ministro de Estado e das Finanças, João Leão, que assinou o despacho em 31 de dezembro, autoriza a manutenção da garantia pessoal do Estado às linhas de crédito de apoio à economia covid-19, no montante de 793,7 milhões de euros, prorrogando o respetivo prazo de utilização das operações abrangidas por essas linhas, até 30 de junho de 2021, e o termo da garantia do Estado, até 30 de junho de 2027.

“Esta prorrogação tem em vista o alinhamento do prazo das linhas autorizadas ao abrigo da decisão da Comissão Europeia State Aid, de 04 de abril de 2020, com a decisão de 22 de dezembro de 2020, que permite prorrogar até 30 de junho de 2021 os prazos de vigências das linhas de apoio à economia covid-19 que foram lançadas ao abrigo da notificação State Aid de 04 de abril”, justifica o governante.

João Leão, no despacho, lembra ainda que a pandemia covid-19 “afeta a economia real, não só durante a incidência do surto, mas também no período subsequente”, e que o montante máximo da linha de apoio à economia covid-19, lançada ao abrigo da decisão de 04 de abril, “não se encontra totalmente utilizado” e dá parecer favorável à prorrogação de prazo, que diz estar em linha com a decisão da Comissão Europeia de dezembro de 2020.

Apoie o jornalismo económico independente. Contribua

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso. O acesso às notícias do ECO é (ainda) livre, mas não é gratuito, o jornalismo custa dinheiro e exige investimento. Esta contribuição é uma forma de apoiar de forma direta o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo rigoroso e credível, mas não só. É continuar a informar apesar do confinamento, é continuar a escrutinar as decisões políticas quando tudo parece descontrolado.

Introduza um valor

Valor mínimo 5€. Após confirmação será gerada uma referência Multibanco.

Comentários ({{ total }})

Garantia do Estado a apoio à economia prolongado até 30 de junho

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião