“O trabalho é um lugar estranho”. Nova Pessoas já nas bancas

  • Pessoas
  • 26 Janeiro 2021

As fronteiras entre o espaço-casa e o espaço-trabalho diluíram-se, o que fez o trabalho ganhar uma dimensão de “portabilidade” e, o dia de trabalho, um tempo e espaço sem início, fim e delimitações.

A capa da Pessoas n.º12, edição de janeiro/fevereiro de 2021.D.R.

E se conseguisse transportar o seu trabalho consigo para qualquer lado? Em 2020 tornou-se possível. Pelo menos, para dentro de sua casa. Aquele café especial que só bebia na sua varanda aos fins de semana ou dias de folga substituiu os encontros diários com os colegas pela manhã, na copa do escritório, e os almoços tornaram-se mais silenciosos.

Nos momentos de pausa, as (vídeo)chamadas tomaram o lugar dos encontros para conversar com amigos e, em casos mais urgentes, transformaram-se em mais uma oportunidade para adiantar uma ou outra tarefa doméstica. Em teletrabalho versão 2020, o escritório parece estar em cada canto da casa, ou atrás da porta de uma divisão que fechamos mesmo antes de chegar o fim de semana (ou nem aí).

As fronteiras entre o espaço-casa e o espaço-trabalho diluíram-se, o que fez o trabalho ganhar uma dimensão de “portabilidade” e, o dia de trabalho, um tempo e espaço sem início, fim e fronteiras definidos. Foi a essa mudança que dedicámos o Especial que faz a capa da 12.ª edição da revista Pessoas, nas bancas a partir desta terça-feira.

Mas há muito mais para ler.

Carlos Oliveira, presidente executivo da Fundação José Neves, fala do papel da educação ao longo da vida. “Não nascemos para sermos um think tank, nascemos numa perspectiva muito mais de ação”, conta, em entrevista publicada nesta edição.

Na Pessoas, pode ainda encontrar um trabalho especial sobre gestão de carreiras, e ainda um artigo, escrito em parceria Pessoas/Advocatus, sobre como garantir o “direito a desligar”.

Na edição são ainda revelados os finalistas dos Pessoas Awards. A Pessoas já está nas bancas, disponível no seu quiosque habitual. Pode também assinar a publicação aqui.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“O trabalho é um lugar estranho”. Nova Pessoas já nas bancas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião