Portugal em 10.º lugar no ranking de vacinação da UE

Portugal está a administrar 25,66 doses de vacinas contra a Covid-19 por cada 100 habitantes. Malta, Hungria, Lituânia, Estónia, Áustria, Dinamarca, Espanha, Alemanha e Finlândia estão a vacinar mais.

A vacinação contra a Covid-19 continua a ser uma das principais preocupações dos países a nível mundial. Apesar de os últimos meses terem sido marcados por atrasos nas entregas das vacinas, está previsto que a partir deste trimestre se verifique uma aceleração do ritmo de vacinação na União Europeia, com mais vacinas a chegarem a território europeu.

Se a previsão inicial era ter 70% dos adultos europeus vacinados até ao final do verão, agora a Comissão Europeia admite já antecipar esse objetivo para meados de julho, dado que os Estados-membros estão a intensificar as campanhas nacionais de vacinação e vão dispor de mais vacinas, nomeadamente devido à entrega de mais 100 milhões doses de vacinas da Pfizer/BioNTech do que esperado para este ano.

Certo é que a pandemia continua a não dar tréguas, com mais de 142 milhões de casos diagnosticados e três milhões de mortes em todo o mundo. Só nos últimos sete dias, foram batidos os recordes ao nível de pessoas infetadas no espaço de uma semana, com 5,2 milhões de casos detetados a nível mundial, segundo a Bloomberg (acesso livre, conteúdo em inglês). Esta situação é explicada, em grande medida, pelo aumento de casos de infeção nos países em desenvolvimentos, como a Índia e o Brasil.

Também a nível europeu, as taxas de infeção continuam elevadas pelo que a vacinação é vista como a solução mais eficaz para combater a pandemia. Segundo os dados divulgados na segunda-feira pelo Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC, na sigla em inglês), 7,8% da população adulta da UE já está totalmente inoculada (com as duas doses), enquanto 20,4% recebeu a primeira dose da vacina, pelo que ainda estão longe da meta dos 70% estipulada por Bruxelas.

Em Portugal, a primeira fase do plano de vacinação delineado pela task force arrancou a 27 de dezembro e desde então e até este domingo, já foram administradas quase 2,6 milhões de doses de vacinas, segundo a mais mais recente atualização do Serviço Nacional de Saúde (SNS), através do Twitter.

Contas feitas, Portugal administrou, em média, 25,66 doses por cada 100 habitantes com idade igual ou superior a 18 anos, o que coloca o país na 10.ª posição no ritmo de administração de vacinas ao nível da União Europeia, de acordo com o site de motorização de dados Our World in Data, da Universidade de Oxford. Importa lembrar que Portugal, à semelhança dos outros países da UE, tem feito um esforço para acelerar o plano de vacinação, nomeadamente através do alargamento de alguns grupos prioritários que não estavam inicialmente incluídos.

Contudo, os atrasos nas entregas, a limitação da administração da vacina da AstraZeneca a maiores de 60 anos e o facto de a vacina da Janssen ainda não estar a ser administrada, dado que as autoridades de saúde portuguesas estão a aguardar o parecer do regulador europeu devido às suspeitas de formulação de coágulos sanguíneos são alguns dos entraves atuais ao ritmo de vacinação em Portugal.

Há neste momento apenas nove países (em 27) com um ritmo de administração de vacinas superior a Portugal são eles: Malta, Hungria, Lituânia, Estónia, Áustria, Dinamarca, Espanha, Alemanha e Finlândia. Neste contexto, dentro do bloco comunitário, com 274,641 doses administradas, Malta apresenta-se atualmente como o país da União Europeia com um maior número de doses distribuídas por cada 100 indivíduos: 62,2. Este configura-se, assim, como o Estado-membro que, desde o final de dezembro, tem sido capaz de impor um maior ritmo ao seu plano de vacinação.

A este país segue-se, dentro da União Europeia, a Hungria. Dados atualizados no domingo mostram como, por cada 100 habitantes, já tinham sido aplicadas 48,22 doses. Isto numa altura em que o país foi já capaz de distribuir um total de 4,66 milhões de doses pela sua população. De sublinhar que além das vacinas aprovadas pelo regulador europeu, as autoridades de saúde húngaras aprovaram unilateralmente outras vacinas, como a vacina chinesa Sinopharm e a vacina russa Sputnik V. A fechar o pódio, encontra-se a Lituânia, com um total de 773.324 doses administradas. O país foi capaz de administrar 28,41 doses por cada 100 habitantes.

No polo oposto, a Bulgária é o país da União Europeia com um ritmo de administração de vacinas mais baixo: 9,19 doses por cada 100 habitantes, de um total de 638.433 doses administradas. Segue-se a Letónia, com 11,01 doses aplicadas por cada 100 habitantes (de um total de 207,729 doses) e a Croácia, com 16,84 doses administradas por 100 habitantes (de um total de 691,265 doses).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugal em 10.º lugar no ranking de vacinação da UE

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião