Nos mais que duplica lucros para 73,9 milhões no primeiro semestre

A Nos viu os lucros mais do que duplicarem no semestre, para 73,9 milhões de euros. EBITDA recuou no semestre: mais receita e reabertura dos cinemas não compensou aumento dos custos.

Os lucros da Nos NOS 1,25% mais do que duplicaram no primeiro semestre, crescendo 111,2% face ao semestre homólogo de 2020, para 73,9 milhões de euros, anunciou a operadora. A catapultar os resultados esteve o aumento das receitas resultante do crescimento do número de serviços, que passou a marca dos 10 milhões pela primeira vez.

Em comunicado enviado à CMVM, a Nos refere que o EBITDA (lucro antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) consolidado recuou 1,3%, para 306,6 milhões de euros. “O crescimento das receitas e a reabertura condicionada dos cinemas não foi suficiente para compensar o aumento dos custos diretos”, justifica a empresa. Neste contexto, a margem EBITDA ressentiu-se em 1,4 pontos percentuais nos primeiros seis meses de 2021, para 45,2%.

Resumo dos resultados da Nos:

Fonte: Nos

As receitas da Nos entre janeiro e junho cresceram 1,8%, para 678,5 milhões de euros. Contabilizando apenas o negócio das telecomunicações, o aumento foi de 3%, para 672,4 milhões.

Em termos operacionais, a Nos aproximou-se dos cinco milhões de casas passadas: são já 4,986 milhões, das quais 46% com fibra ótica. Pela primeira vez, a Nos superou os 10 milhões de serviços prestados, um aumento de 2,6% face ao semestre homólogo — destes, cinco milhões são clientes móveis.

No segmento empresarial, a Nos fechou o semestre com 1,54 milhões de clientes empresariais. É um crescimento de 37 mil serviços face ao primeiro semestre de 2020.

Em termos de investimento, a Nos investiu 200,1 milhões de euros, um aumento de 16,5%, de acordo com a empresa. A dívida financeira líquida a 30 de junho era de 895 milhões de euros.

Evolução das ações da Nos em Lisboa:

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Nos mais que duplica lucros para 73,9 milhões no primeiro semestre

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião