Confiança dos consumidores recua com dúvidas sobre a economia

  • ECO
  • 29 Julho 2021

Tal como a confiança dos consumidores, que caiu para níveis inferiores aos do arranque da pandemia, também o indicador de clima económico recuou em julho.

A confiança dos consumidores caiu este mês, com as perspetivas mais negativas para o rumo da economia. De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), a quebra, após meses de recuperação, levou o nível de confiança para níveis inferiores aos do arranque da pandemia. Ao mesmo tempo, também o indicador de clima económico diminuiu.

Após os aumentos verificados nos últimos quatro meses, a confiança dos consumidores caiu em julho, sobretudo do contributo negativo das expectativas relativas à evolução futura da situação económica do país“, diz o INE. O “saldo das expectativas relativas à evolução futura da situação económica do país diminuiu significativamente em julho”, nota.

Também as “opiniões sobre a evolução passada, assim como as perspetivas relativas à evolução futura da situação financeira do agregado familiar
também contribuído negativamente” para esta quebra que só foi atenuada pelas “expectativas relativas à evolução futura da realização de compras importantes”.

Ao mesmo tempo que se assistiu à quebra na confiança dos consumidores, para “um nível inferior ao observado no início da pandemia”, também o indicador de clima económico diminuiu em julho, depois de ter aumentado entre março e junho”, mas “mantendo-se ainda assim num nível acima do observado em março de 2020”.

Esta quebra resultou da redução registada “em todos os agrupamentos, Bens de Consumo, Bens Intermédios e Bens de Investimento”, diz o INE.

“As opiniões relativas à procura interna, considerando as empresas com produção orientada para o mercado interno, agravaram-se em junho e julho, após terem recuperado expressivamente nos dois meses precedentes. Da mesma forma, as apreciações relativas à procura externa, considerando as empresas com produção orientada para o mercado externo, agravaram-se em julho”, remata.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Confiança dos consumidores recua com dúvidas sobre a economia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião