Restaurantes dominam valor acumulado no IVAucher. Cultura pesa apenas 2%

  • ECO
  • 7 Agosto 2021

A maior parte da despesa acumulada no programa de incentivo ao consumo diz respeito à Restauração. Alojamento vale 18% e Cultura apenas 2%, segundo dados avançados pelo jornal Público.

Os restaurantes são responsáveis por 80% da despesa acumulada no IVAucher, o incentivo ao consumo que devolve o correspondente ao IVA em restauração, alojamento e cultura, avança o Público (acesso pago), citando dados do Ministério das Finanças. Dos 21,2 milhões apurados em junho, 16,8 milhões dizem respeito a faturas naquele setor.

Com 3,8 milhões em IVA acumulado no primeiro dos três meses previstos, o alojamento representa 18% do total. A cultura pesa apenas 2%, com 400 mil euros. Recorde-se que o valor apurado entre junho e agosto poderá ser gasto pelos contribuintes a partir de outubro.

A 29 de julho as Finanças fizeram um primeiro balanço da medida, indicando que “o saldo do IVA acumulado pelos contribuintes no Programa IVAucher durante o mês de junho ascende a 21,2 milhões de euros, o que corresponde a um acréscimo de 48% face ao valor registado em junho de 2020 e apenas 2 milhões de euros abaixo do cenário pré-pandemia, em junho de 2019“. “O impacto do Programa IVAucher será, para já, de pelo menos 42,4 milhões de euros”, acrescentava o comunicado.

O programa é gerido pela Saltpay. Madalena Santos, responsável pela área de negócios da empresa, afirma ao Público que 120 mil contribuintes já associaram um ou mais cartões bancários ao seu NIF e à emissão de faturas para beneficiarem do saldo acumulado. O número deverá crescer, uma vez que só a partir de outubro é possível usá-lo em novas despesas. Uma app IVaucher será lançada pela empresa a 1 de setembro.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Restaurantes dominam valor acumulado no IVAucher. Cultura pesa apenas 2%

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião