Hoje nas notícias: Autotestes, rendas e vagas no Superior

  • ECO
  • 25 Agosto 2021

Dos jornais aos sites, passando pelas rádios e televisões, leia as notícias que vão marcar o dia.

As farmácias venderam mais de 3,8 milhões de testes rápidos desde abril, mas só 0,8% dos resultados foram comunicados pelos cidadãos às autoridades de saúde. O Governo pondera manter congeladas as rendas de habitação celebradas antes de 1990. Dezenas de Câmaras estão a promover Orçamentos Participativos, apesar de a Comissão Nacional de Eleições (CNE) os proibir em ano de Autárquicas. Estas e outras notícias marcam a atualidade nacional.

Só 1% dos resultados dos autotestes chega à DGS

Foram vendidos desde abril mais de 3,8 milhões de testes rápidos em farmácias e parafarmácias, mas somente 0,8% — 32.906 resultados — acabaram por ser reportados à DGS pelos cidadãos. Ainda que o reporte não seja obrigatório, as autoridades de saúde recomendam a comunicação dos resultados dos autotestes, mesmo dos negativos, sendo que apenas 11% das comunicações efetuadas foram de casos positivos. Os dados não incluem as vendas em supermercados e hipermercados, pelo que a comunicação de resultados face ao total de vendas poderá ser ainda inferior.

Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (ligação indisponível).

Governo pondera manter rendas antigas congeladas

A cerca de um ano para que os contratos de arrendamento celebrados antes 1990 podem vir a sofrer atualizações, o Governo mantém todas as opções em cima da mesa em relação a esta matéria, numa altura em que negoceia o Orçamento do Estado para 2022. O período de transição para a atualização das rendas mais antigas termina em novembro do próximo ano, depois de ter sido prorrogado por duas vezes desde que entrou em vigor a chamada “Lei Cristas”. “O governo está a avaliar os diversos cenários de intervenção no âmbito da elaboração do OE 2022”, disse a Secretaria de Estado da Habitação.

Leia a notícia completa no Diário de Notícias (acesso livre).

Mais 2.000 vagas estarão disponíveis no ensino superior no início de setembro

O Governo vai aprovar no Conselho de Ministros de quinta-feira um aumento extraordinário de vagas no Ensino Superior, de modo a responder ao número histórico de candidatos (63.878, o valor mais elevado desde 1996). O ministro do Ensino Superior, Manuel Heitor, aponta que estarão abertos mais dois mil lugares nos primeiros três dias de setembro, após a primeira fase do concurso de acesso ter terminado na passada sexta-feira. A Comissão Nacional de Acesso ao Ensino Superior (CNAES) já deu parecer favorável ao aumento de vagas.

Leia a notícia completa no Público (acesso condicionado).

Câmaras promovem Orçamentos Participativos proibidos em ano de eleições

A Comissão Nacional de Eleições (CNE) não admite a realização de Orçamentos Participativos em anos de eleições Autárquicas, considerando que chocam com a lei da publicidade comercial. No entanto, pelo menos 51 autarquias estão a promovê-los, apesar de as eleições Autárquicas realizarem-se a 26 de setembro. A CNE alega que estas iniciativas servem de “promoção” aos presidentes incumbentes. Autarcas que têm esses projetos em curso, como os de Gaia e de Cascais, respondem que o organismo eleitoral “desconhece o terreno”.

Leia a notícia completa no Jornal de Notícias (acesso pago).

Parceria franco-turca soma 400 milhões em projetos imobiliários em Portugal

Presente em Portugal há cerca de dois anos, a Optylon Krea, que nasceu de uma joint-venture entre a Optylon Capital, fundada por franceses, e a turca Krea Real Estate, já soma investimentos de cerca de 400 milhões de euros em projetos imobiliários no país e pretende duplicar esse valor nos cinco próximos anos, com apostas “principalmente em Lisboa e sobretudo em projetos de reabilitação para aparthotéis e espaços comerciais”, revelou o CEO da empresa, Charles Wanecq.

Leia a notícia completa no Jornal de Negócios (acesso pago).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Hoje nas notícias: Autotestes, rendas e vagas no Superior

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião