Explosões em Cabul e receios com Fed põem fim a recordes em Wall Street

Sequência de ganhos de cinco sessões para o S&P 500 e Nasdaq terminou com o sentimento abalado pelos receios com a decisão da Fed e os ataques em Cabul.

Os dias têm sido de recordes em Wall Street, mas nesta sessão os principais índices norte-americanos quebraram o ciclo de ganhos. Aos sinais da retirada de estímulos da Reserva Federal norte-americana juntou-se uma escalada da tensão em Cabul, com um ataque no aeroporto, o que pesou no sentimento e levou a que os investidores fugissem dos ativos de risco.

Os investidores já aguardavam uma possível mudança na política do banco central dos EUA, no Simpósio Jackson Hole, mas o presidente do Fed de Dallas, Robert Kaplan, disse acreditar que o progresso da recuperação económica justifica a redução das compras de ativos a começar em outubro ou logo depois, o que fez crescer os receios.

Isto num dia em que foram conhecidos dados económicos que levaram a uma revisão em alta do crescimento do PIB no segundo trimestre, mas também uma subida nos pedidos semanais de subsídio de desemprego.

A influenciar o sentimento em Wall Street estiveram ainda os acontecimentos no Afeganistão. A situação no país já era tensa, mas esta quinta-feira ocorreram três explosões no aeroporto de Cabul, que terão feito dezenas de vítimas mortais e vários feridos.

Perante este cenário, os principais índices de referência terminaram a sessão em queda, recuando dos máximos históricos atingidos nos últimos dias. O S&P 500 perdeu 0,58% para 4.469,92 pontos e o tecnológico Nasdaq caiu 0,64% para 14.944,98 pontos, quebrando uma sequência de cinco sessões de ganhos.

Já o industrial Dow Jones também não escapou às perdas recuou 0,54% para os 35.214,3 pontos nesta que foi a penúltima sessão da semana.

As ações do setor da energia destacam-se entre as mais atingidas, com a Occidental Petroleum a perder 2,56% para os 24,00 dólares e a Halliburton caiu 2,06% para os 19,77 dólares. Já as companhias aéreas caíram, na generalidade, mais de 1%.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Explosões em Cabul e receios com Fed põem fim a recordes em Wall Street

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião