Networkme ajuda jovens universitários a construírem a sua carreira

A plataforma disponibiliza oportunidades de estágio, de primeiro emprego, mentorias, workshops e até simuladores de carreira.

A Networkme, plataforma que ajuda jovens a descobrirem qual carreira seguir e as empresas a recrutar talento jovem, acaba de lançar uma nova versão da sua plataforma com ofertas de estágio e de primeiro emprego para os jovens recém-licenciados. A startup portuguesa oferece ainda mentorias, eventos, workshops e até simuladores de carreira.

“A transição para o mercado de trabalho é uma fase que tira o sono de qualquer estudante e que cada vez mais é necessário que a interação entre o jovem e o mercado de trabalho comece mais cedo. Por isso criámos a Networkme”, começa por dizer Felipe Viera, cofundador e CEO da startup portuguesa, à Pessoas.

E acrescenta: “Muitas vezes ‘apenas’ o curso não chega para desenvolver tudo aquilo que o mercado exige dos novos talentos. Participar em atividades como a mentoria profissional, workshops e o contacto com o mundo empresarial pode desenvolver competências técnicas e comportamentais que dificilmente os jovens teriam se não estivessem expostos a novos desafios”.

Os estudantes que utilizem a plataforma de carreira têm acesso a oportunidades de estágio e a mentoria com mais de 700 profissionais. Além disso, podem participar em eventos e workshops para o desenvolvimento de competências técnicas e realizar atividades que simulam como seria trabalhar numa determinada profissão. Os simuladores de carreira são uma série de conteúdos e exercícios realizados com grandes empresas, com o objetivo de educar os jovens sobre como seguir uma carreira.

O simulador de auditoria, por exemplo, é feito pela PwC, enquanto o simulador de gestão de projetos é promovido pela Sonae. Esta é, também, uma forma de “aumentar a interação entre jovens e empresas, ajudando os parceiros a dar a conhecer a sua marca aos alunos e a atrair talento”, salienta o líder da Networkme.

Incubada pela Demium Startups e acelerada pelo programa Microsoft for Startups, a primeira versão da plataforma foi lançada em março de 2021. Mais de 2.000 alunos universitários, entre os 18 e os 23 anos, já realizaram as atividades na Networkme, maioritariamente de áreas de gestão, tecnologia e comunicação.

O registo na plataforma é gratuito. Aqui poderá encontrar mais informações sobre a Networkme.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Networkme ajuda jovens universitários a construírem a sua carreira

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião