“Aumento de preços introduz imprevisibilidade nos resultados” da EDP, diz Miguel Stilwell

O CEO da EDP, que foi distinguido nos IRGAwards da Deloitte, considera que o aumento dos preços da eletricidade no mercado grossista "parece conjuntural" e deverá durar alguns meses.

Miguel Stilwell afirma que o aumento dos preços da energia cria alguma imprevisibilidade nos resultados da EDP, mas acredita que este comportamento do mercado deverá ser conjuntural e durar apenas alguns meses.

Numa curta entrevista ao ECO, à margem da gala de entrega do prémio de melhor CFO dos Investor Relations and Governance Awards, uma iniciativa da Deloitte, o agora CEO da elétrica assinalou “o aumento muito substancial do preço do gás a nível global, que acaba por se refletir no preço grossista”, como o principal fator que conduziu aos valores recorde atingidos no MIBEL nas últimas semanas. Mas considera que este comportamento será passageiro: O que nós temos visto é que isto parece ser uma coisa conjuntural e durará alguns dos próximos meses”.

Se o vídeo não começar vá a definições (roda dentada na barra) e selecione SD

Miguel Stilwell salientou, no entanto, que “a EDP já se comprometeu a não subir os preços este ano. Com base naquilo que foram as declarações do Governo, a perspetiva para 2022 é que também não haverá um aumento dos preços, seguramente no mercado regulado”. No dia 25 de setembro, o ministro do Ambiente anunciou uma “almofada” de 815 milhões para amortecer o impacto da subida do preço nas famílias e indústrias, mas que estas consideram insuficiente.

Questionado sobre o impacto para a elétrica, o CEO explicou que “este aumento de preços no mercado grossista introduz bastante volatilidade e alguma imprevisibilidade nos resultados da EDP”. Garantiu, no entanto, que o risco está a ser gerido pela empresa. “Tipicamente temos uma política de baixo risco, ou seja, temos já as vendas da energia fechadas para os próximos 18 meses. Desse ponto de vista acho que é gerível, mas introduz aqui muita incerteza”, afirmou Miguel Stilwell.

Correção: Na versão inicial da notícia estava erradamente indicado que a EDP já se tinha comprometido a não subir os preços no próximo ano quando deveria ler-se que o compromisso é para este ano.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Aumento de preços introduz imprevisibilidade nos resultados” da EDP, diz Miguel Stilwell

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião