“Muitos querem ficar com o negócio da TAP”, alerta Pedro Nuno Santos

Pedro Nuno Santos voltou a reforçar a importância de ajudar a TAP, alertando para as consequências imediatas se esta fosse substituída por uma empresa estrangeira.

O ministro das Infraestruturas voltou a sublinhar a importância de o Estado ajudar a TAP, explicando o papel que a companhia aérea tem no desenvolvimento da economia nacional, sobretudo no que toca às exportações. Pedro Nuno Santos referiu ainda que é “fácil e tentador” discutir o dinheiro que vai ser investido na TAP, mas alertou que “muitos querem ficar com o negócio” da empresa portuguesa, referindo-se às companhias aéreas internacionais.

“A TAP não é uma empresa qualquer. É uma das mais importantes empresas do país”, começou por dizer o ministro esta quarta-feira, durante o Portugal Air Summit. “Nunca esquecer que, quando falamos da TAP, falamos de uma das três empresas que mais contribuiu para a exportação nacional”, acrescentou, referindo que, em 2019, a companhia comprou “1.300 milhões de euros [de bens e serviços] a mais de 1.000 empresas nacionais”.

Pedro Nuno Santos disse ainda que “muitos querem ficar com o negócio da TAP” e, por isso, não poupam nas críticas, referindo-se, certamente, à Ryanair, que tem movido ações contra a ajuda estatal à TAP. “Nenhuma outra companhia aérea substituiria na íntegra a TAP. A consequência para a economia seria sentida de imediato” pelos portugueses, disse o responsável pela pasta das Infraestruturas.

“Somos um país com grandes dificuldades económicas e, obviamente, [as pessoas] têm dificuldade em entender como é que se injeta tanto dinheiro numa companhia aérea. Temos todos a obrigação de explicar a importância da TAP para o país”, continuou o ministro, afirmando que “é fácil e tentador fazer um debate” à volta do “dinheiro que vai ser investido”.

Presente na mesma conferência esteve a CEO da TAP, que disse estar otimista com o plano de recuperação previsto para a companhia. “Não temos razões para pensar que o plano de restruturação não é o que precisamos para restruturar a companhia. Acho que a TAP tem imenso potencial porque tem um bom plano de restruturação”, disse Christine Christine Ourmières-Widener.

(Notícia atualizada às 11h35 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Muitos querem ficar com o negócio da TAP”, alerta Pedro Nuno Santos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião