PayPal oferece 45 mil milhões de dólares pela rede social Pinterest

  • ECO
  • 20 Outubro 2021

A plataforma de pagamentos digitais PayPal apresentou uma proposta para comprar a rede social Pinterest por 45 mil milhões de dólares.

A plataforma de pagamentos digitais PayPal apresentou uma proposta para comprar a rede social Pinterest por 45 mil milhões de dólares, disseram fontes próximas do assunto à Reuters.

De acordo com uma das fontes, o PayPal oferece uma contrapartida de 70 dólares por ação, na sua maioria em ações, pelo Pinterest.

Os executivos da plataforma de pagamentos digitais esperam ser bem-sucedidos nesta operação e anunciar o negócio a tempo da apresentação dos resultados trimestrais, que terá lugar a 8 de novembro.

As mesmas fontes sublinharam que não é certo que o negócio chegue a um bom porto e também lembraram que os termos da operação poderão mudar até à conclusão da transação.

Ainda assim, a operação surge numa altura de forte crescimento das compras digitais através dos produtos que os consumidores veem nas redes sociais, muitas vezes seguindo os chamados influencers em plataformas como o Instagram ou TikTok.

Nessa medida, o Pinterest permitiria ao PayPal aumentar o seu negócio por via do e-commerce e diversificar as suas fontes de receita através da publicidade na rede social.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

PayPal oferece 45 mil milhões de dólares pela rede social Pinterest

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião