G20 elimina financiamento público a projetos de carvão no estrangeiro até 2050

  • Lusa
  • 31 Outubro 2021

O grupo das 20 economias mais industrializadas comprometeu-se a atingir a neutralidade do carbono "até ou à volta" de 2050.

Os países do G20 acordaram em terminar o financiamento público para a geração de energia através de carvão no estrangeiro, mas não definiram uma meta para fasear o fim do consumo interno de carvão, noticia a AP.

De acordo com o comunicado final da reunião que decorreu este fim de semana em Roma, citado pela agência de notícias AP, o grupo das 20 economias mais industrializadas comprometeu-se a atingir a neutralidade do carbono “até ou à volta” de 2050.

Estes 20 países representam mais de três quartos da emissão de gás com efeito de estuda, e o anfitrião, Itália, defendia a adoção de metas concretas sobre a redução das emissões e medidas para ajudar os países mais pobres a lidar com o impacto da subida da temperatura.

Sem estas metas, as reuniões dos líderes globais, que começam na segunda-feira em Glasgow, podem ter um impacto menor, escreve a AP.

De acordo com o comunicado, os países que constituem o G20 reafirmaram os compromissos já assumidos relativos à mobilização de 100 mil milhões de dólares (cerca de 86,5 mil milhões de euros) para ajudar os países mais afetados pela pandemia e pelas alterações climáticas a relançarem as suas economias.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

G20 elimina financiamento público a projetos de carvão no estrangeiro até 2050

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião