Vulcão de La Palma: Consórcio de Compensación paga 42,5 milhões de euros aos segurados afetados

  • ECO Seguros
  • 23 Novembro 2021

O consórcio de seguros que cobre riscos extraordinários em Espanha contabiliza mais de 2 200 pedidos de compensação em dois meses de destruição causada pelo vulcão de La Palma, nas Canárias.

O vulcão Cumbre Vieja, que iniciou erupção a 19 de setembro e já cobriu de lava uma parte da ilha La Palma (Canárias), justificou até agora o desembolso de aproximadamente 42,5 milhões de euros em pagamentos por danos causados aos segurados afetados pela atividade vulcânica.

Informação atualizada pela entidade a quem compete a cobertura de riscos extraordinários em território espanhol, o Consórcio de Compensación de Seguros (CCS), quantifica 42,487 milhões de euros transferidos para os segurados por danos em 185 edifícios de habitação, 20 automóveis, 8 estabelecimentos comerciais (lojas e escritórios) e uma instalação de uso industrial.

Dois meses depois do início da erupção, o CCS contabiliza um total de 2 209 participações de sinistro (pedidos de indemnização) envolvendo um total de 1 808 habitações, 187 veículos automóveis, 199 estabelecimentos comerciais e 15 instalações de uso industrial.

O montante de danos indemnizados até 22 de novembro refere-se a perdas nas circunscrições municipais de Los Llanos de Aridane, o município mais afetado, El Paso e Tazacorte que por, pela mesma ordem, representam as procedências com maior número de pedidos de compensação (Los Llanos de Aridane, com 1 415 participações; El Paso com 396; Tazacorte com 102), além de Santa Cruz de La Palma (81), Breña Alta (74) Breña Baja (50) e Villa de Mazo (22).

O CCS confirma que, à medida que forem sendo concluídos procedimentos de peritagem e confirmadas as coberturas contratadas pelos segurados face aos danos materiais sofridos, continuarão os pagamentos por transferência bancária. Até ao momento foram rejeitados 51 pedidos de indemnização por motivos diversos, parte dos quais por se tratar de apólices em que não havia decorrido ainda o período de carência (7 dias entre data do contrato e o momento em que se produziram os danos reclamados).

Lava do vulcão ‘Cumbre Vieja’ no mar em vários pontos de La Palma. (imagem: captura de ecrã Tv 18 novembro)

De acordo com a última nota divulgada pelo CCS, desde o início da catástrofe, 54% dos 2 200 dos pedidos de indemnização recebidos deram entrada através do sítio do Consórcio na internet. Perto de metade dos pedidos (45%) foram encaminhados pelas seguradoras e cerca de um terço através de agentes de seguros (mediadores e corretores).

Na última semana, a equipa científica do Plano de Emergência Vulcânica das Ilhas Canárias (Pevolca) aumentou a categoria de explosividade do vulcão Cumbre Vieja, de 2 para grau 3 numa escala máxima de 8 e que traduz a quantidade (medida em volume) de material piroclástico emitido.

Ao fim de mais de 60 dias de erupção, o vulcão de La Palma já libertou mais de 10 milhões de metros cúbicos de material piroclástico. O desastre marcado também por atividade sísmica, intermitente mas por vezes intensa, libertou piroclastos e lava que já devastou cerca de 870 hectares, destruindo mais de 2 000 edifícios e ampla área agrícola, acrescenta o CCS.

Enquanto as autoridades espanholas estimam perda económica total em muitas centenas de milhões de euros, o Instituto Geográfico espanhol (IGN), que instalou e mantém em La Palma um Centro de Atención y Vigilancia de la Erupción (CAVE), continua a monitorizar a atividade sísmica em torno do vulcão, na maior parte em profundidades superiores a 30 quilómetros.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Vulcão de La Palma: Consórcio de Compensación paga 42,5 milhões de euros aos segurados afetados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião