“Nenhuma empresa parada conquista novos clientes”, avisa administração da Efacec em dia de greve

Em resposta aos trabalhadores que estão em greve, a Efacec afirma que "a produção mantém um ritmo variável dependendo das encomendas que tem em curso” e que "demonstra viabilidade económica".

Os trabalhadores da Efacec voltaram à greve esta terça-feira para exigir a intervenção do Governo na compra de matérias-primas e a demissão da atual administração. A empresa liderada por Ângelo Ramalho responde aos grevistas e destaca que “nenhuma empresa parada conquista novos clientes e tem receitas” de centenas de milhões.

“A Efacec continua firme na sua missão, demonstrando viabilidade económica e estratégica. Prova disso são os nossos indicadores financeiros e de negócio de 2021, reveladores dos resultados que temos alcançado, apesar de todos os desafios que enfrentamos”, afirma a empresa em comunicado.

A empresa que está em processo de reprivatização assume que “tem sentido o impacto global em todos os setores e áreas, devido à disrupção nas cadeias de abastecimento, causada pela pandemia”, mas garante que “a produção mantém um ritmo variável dependendo das encomendas que tem em curso”.

Contrariamente às declarações dos trabalhadores que dizem que “estão praticamente sem trabalho“, a Efacec afirma que “continua a entregar produtos e soluções, de elevado e distinto conhecimento técnico, e a liderar projetos de elevada relevância estratégica para o país”.

“A atividade comercial e a escolha dos nossos clientes são a prova evidente, assim como as receitas do grupo que serão superiores a centenas de milhões de euros”, adianta a empresa em comunicado.

A Efacec destaca ainda que “está confiante no futuro, encarando com otimismo a expectável recuperação da economia e a conclusão do processo de reprivatização, apoiada na normalização das operações e no retomar do ciclo de crescimento sustentável em todas as unidades de negócio”.

(Notícia atualizada às 16h00 com mais informações)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

“Nenhuma empresa parada conquista novos clientes”, avisa administração da Efacec em dia de greve

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião