Portugal com 30.829 novos casos de Covid-19, o quarto recorde consecutivo. Morreram 18 pessoas

O boletim da DGS dá conta de que, nas últimas 24 horas, foram identificados 30.829 casos de Covid-19 e morreram 18 pessoas.

Nas últimas 24 horas, foram identificados 30.829 casos de Covid-19, o que significa que pelo quarto dia consecutivo foi atingido o recorde de casos diários. O boletim divulgado esta sexta-feira pela Direção-Geral da Saúde indica ainda que morreram 18 pessoas, desde o último balanço. Mais de 10 mil pessoas foram dadas como recuperadas e há agora menos dez pessoas internadas.

Desde o início da crise sanitária, já foram confirmados 1.389.646 casos de infeção, em Portugal. Destes, 30.829 foram identificados, nas últimas 24 horas, sendo este o número mais elevado de novos casos de sempre. A DGS detalha que, do referido total diário de infeção, 14.903 foram confirmadas em Lisboa e Vale do Tejo, 9.435 no Norte, 3.340 no Centro, 978 no Algarve, 911 no Alentejo, 914 na Madeira e 348 nos Açores.

Também o número de casos ativos aumentou, havendo agora mais 20.288 pessoas nessa situação. No total, Portugal regista, neste momento, 178.712 casos ativos.

Por outro lado, 10.523 portugueses recuperaram da doença pandémica, desde o último balanço. Tal significa que, desde o início da pandemia, 1.191.979 pessoas já foram dadas como recuperadas da infeção em Portugal.

O boletim desta sexta-feira releva também que mais 18 pessoas morreram infetadas pelo coronavírus, nas últimas 24 horas: sete em Lisboa e Vale do Tejo, três no Norte, três no Centro, duas no Algarve, duas na Madeira e uma no Alentejo. Nos Açores, não houve óbitos desde o último balanço.

Quanto aos internamentos, apesar da escalada dos casos, há agora menos dez utentes hospitalizados, o que significa que, neste momento, há 1.024 pessoas internadas. Já número de utentes em cuidados intensivos subiu. Há agora 145 pessoas nessa situação, mais uma do que no último balanço.

Quanto ao número de contactos sob vigilância ativa, as autoridades indicam que há mais 9.594 pessoas nessa situação, totalizando 169.559.

O boletim desta sexta-feira atualiza também a matriz de risco: o risco de transmissibilidade nacional subiu de 1,29 para 1,35 e a incidência nacional subiu de 923,4 para 1182,7 casos de infeção por 100.000 habitantes.

Portugal vive neste momento um “período de contenção“, estando algumas atividades encerradas por decisão legal ou administrativa (como bares e discotecas) e sendo o teletrabalho de adoção obrigatória.

A rápida escalada dos casos de infeção espelhada nos dados citados deve-se, têm explicado os especialistas, à nova variante do coronavírus, a Ómicron, que, por outro lado, tende a causar sintomas menos graves.

Boletim epidemiológico de 31 de dezembro de 2021:

(Notícia atualizada às 14h55)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugal com 30.829 novos casos de Covid-19, o quarto recorde consecutivo. Morreram 18 pessoas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião