Estudantes portugueses vencem concurso internacional de inteligência artificial

A equipa, composta por estudantes da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto e do Politécnico de Leiria, conquistou um prémio de quase 6.000 euros.

Uma equipa de quatro estudantes portugueses venceu a competição internacional “ITU Machine Learning in 5G Challenge”. O concurso desafiou os participantes a resolverem problemas do mundo real relacionados com redes de comunicações com base em soluções de código aberto e tecnologias padronizadas desenvolvidas para inteligência artificial (IA) em redes 5G. O projeto português ganhou um prémio de quase 6.000 euros e concorreu com mais de 1.500 participantes.

“O nosso modelo é computacionalmente eficiente e, após um processo de compressão, atingiu o nível necessário de precisão que era requerido pelos organizadores da competição, tendo sido o modelo mais pequeno/computacionalmente eficiente submetido a concurso”, explica Daniel Granhão, um dos elementos da equipa, numa publicação no site da Universidade do Porto.

A equipa é composta por três estudantes do programa doutoral em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores da Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP) e investigadores no Instituto de Engenharia de Sistemas e Computadores, Tecnologia e Ciência (INESC TEC), e por um estudante de mestrado do Politécnico de Leiria.

Sob o nome “BacalhauNET”, Daniel Granhão, Guilherme Carvalho, Tiago Gonçalves (FEUP) e José Rosa (Politécnico de Leiria) desenvolveram uma rede neuronal para classificação de modulações em sinais de telecomunicações, que pode ser utilizada em problemas de utilização eficiente do espetro eletromagnético/5G.

O projeto conquistou um prémio monetário no valor de quase 6.000 euros, tendo concorrido com 1.600 participantes que foram avaliados por um júri de acordo com critérios como a originalidade, qualidade do projeto, performance e aplicabilidade da solução.

“A distinção internacional enche-nos de orgulho e motivação para continuar a desenvolver algoritmos de IA, bem como formas mais eficientes de os implementar. A colaboração entre os elementos das diferentes instituições foi, sem dúvida, uma mais-valia, permitindo a partilha de experiência, métodos, boas práticas e conhecimentos”, explica a equipa.

O projeto vencedor contou com orientação de Nuno Paulino e Luís Pessoa, docentes na FEUP e investigadores do Centro de Telecomunicações e Multimédia do INESC TEC, e de Luís Conde Bento e Mónica Figueiredo, docentes da Escola Superior de Tecnologia e Gestão (ESTG) do Politécnico de Leiria.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Estudantes portugueses vencem concurso internacional de inteligência artificial

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião