Bancos chegam a acordo para dividir ativos da ECS

  • ECO
  • 25 Março 2022

A CGD, o BCP, o Novobanco, o Santander e a Oitante já repartiram os ativos em causa, sendo que para um deles será constituído um fundo de investimento imobiliário detido pelos bancos.

Os bancos que são donos dos fundos geridos pela ECS já chegaram a acordo para dividir os ativos, permitindo assim desbloquear a venda da ECS Capital ao fundo Davidson Kempner Partners (DK), segundo noticia o Jornal Económico (acesso condicionado).

A Caixa Geral de Depósitos, o Millennium BCP, o Novobanco, o Santander Totta e a Oitante têm de retirar sete ativos dos fundos FLIT (Fundo de Lazer Imobiliário e do Turismo) e do Fundo Recuperação Turismo antes da venda do “Projecto Crow” à DK, tendo repartido entre si os ativos imobiliários que ficam de fora do projeto.

Existe, no entanto, um ativo turístico que não vai ser atribuído a apenas um banco, devido à sua dimensão, pelo que será constituído um fundo de investimento imobiliário detido pelos bancos. Nesse fundo imobiliário participarão a CGD, o BCP, o Novobanco, o Santander e a Oitante. Só faltava o entendimento dos bancos sobre os ativos sobrantes para a venda poder avançar.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Bancos chegam a acordo para dividir ativos da ECS

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião