Portugueses entregaram mais de 450 mil declarações de IRS até às 18h do primeiro dia

Os portugueses entregaram mais de 450 mil declarações de IRS no primeiro dia da campanha IRS deste ano. A maioria foi através do IRS automático.

No primeiro dia em que é possível começar a entregar a declaração de IRS relativa aos rendimentos e impostos pagos em 2021, os portugueses entregaram mais de 450 mil declarações até às 18h. No ano passado, tinham sido entregues 570 mil declarações, mas este número contemplava o dia todo.

“Até às 18:00 do primeiro dia de campanha de IRS de 2022, relativa aos rendimentos auferidos em 2021, foram entregues pelos contribuintes 456,4 mil declarações de IRS”, revela fonte oficial do Ministério das Finanças num comunicado enviado esta sexta-feira, assinalando que “destas, 54% foram submetidas através do IRS Automático“.

A 1 de abril de 2021, os portugueses entregaram 570 mil declarações, mais do que as 300 mil declarações entregues a 1 de abril de 2020. Será preciso esperar pelos dados completos deste dia para perceber se houve mais ou menos portugueses a entregar a sua declaração de IRS a 1 de abril de 2022.

O Ministério das Finanças, agora liderado por Fernando Medina, garante que “a campanha decorre com normalidade e sem constrangimentos, podendo os contribuintes entregar a sua declaração de rendimentos até ao dia 30 de junho, independentemente da categoria de rendimentos”.

Após dois anos em que não se comprometeu com reembolsos rápidos por causa das condicionantes da pandemia, o fisco volta a ter prazos rápidos para reembolsar os contribuintes, se for caso disso, com uma previsão de 12 dias para quem entrega pelo IRS Automático e de 19 dias para quem entrega o IRS manualmente — em média, deverá demorar 17 dias. No máximo, o reembolso tem de ser feito até ao final de julho.

O mesmo comunicado das Finanças refere que “ao longo do dia, o Centro de Atendimento Telefónico da Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) recebeu cerca de 15 mil chamadas, das quais mais de 95% foram atendidas, tendo-se verificado um tempo médio de espera de 37 segundos”.

Este ano a nota de liquidação passa a ter a referência à taxa efetiva de imposto paga pelo contribuinte, já tendo em conta as deduções à coleta e o próprio reembolso (se for caso disso). Tendo em conta que houve um ajuste nas taxas de IRS de retenção na fonte, os fiscalistas antecipam que o reembolso este ano seja menor, em comparação com o do ano passado.

(Notícia atualizada às 20h08 com mais informação)

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Portugueses entregaram mais de 450 mil declarações de IRS até às 18h do primeiro dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião