Já foram entregues mais de 1,5 milhões de declarações de IRS

O número de declarações de IRS submetidas em pouco mais de uma semana já ultrapassou a marca de 1,5 milhões. Os primeiros portugueses já estão a receber os reembolsos, segundo as Finanças.

A campanha de IRS 2022, que se refere aos rendimentos auferidos em 2021, atingiu um novo marco este sábado: já foram entregues mais de 1,5 milhões de declarações de IRS por parte dos portugueses, de acordo com as estatísticas disponíveis no Portal das Finanças, numa altura em que o fisco já está a processar reembolsos. Na terça-feira tinha chegado a um milhão de declarações.

Segundo os dados da Autoridade Tributária, foram entregues até ao momento 1.548.207 declarações de IRS. Esta terça-feira o balanço apontava para as 1.033.047 declarações e na sexta-feira, o primeiro dia em que era possível submeter a declaração, estava ligeiramente acima das 450 mil até às 18h, de acordo o comunicado do Ministério das Finanças.

Esta sexta-feira a Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) já tinha processado os primeiros reembolsos de IRS e o Ministério das Finanças garantia que começavam a chegar ontem à conta dos contribuintes, cinco dias úteis após o início da entrega das declarações de IRS referentes aos rendimentos de 2021.

Assim, o processamento de reembolsos entra agora “em velocidade de cruzeiro, demorando cerca de três dias úteis entre o processamento da ordem de reembolso (após liquidação da declaração) e a entrada na conta bancária do contribuinte”. Este ano a expectativa é que o ritmo dos reembolsos volte ao pré-pandemia, com um prazo médio de 17 dias: 12 dias para o IRS automático e 19 dias para o IRS manual.

No total, é expectável que sejam entregues mais de seis milhões de declarações de IRS, tendo em conta o número fixado em 2021. Os contribuintes têm até ao final de junho para o fazer, mas muitos procuram acelerar este processo, obtendo mais rapidamente o reembolso, caso exista lugar a tal. No máximo, o reembolso tem de ser feito até ao final de julho.

A entrega da declaração de IRS em 2022, referente aos rendimentos auferidos em 2021, é feita exclusivamente através do Portal das Finanças, sendo que os contribuintes podem recorrer à linha de apoio da AT através do 217 206 707. Muitos contribuintes beneficiam do IRS Automático, se preferirem, o que facilita o preenchimento da declaração, mas devem verificar os dados uma vez que pode ser mais vantajoso preencher manualmente.

Este ano a nota de liquidação passa a ter a referência à taxa efetiva de imposto paga pelo contribuinte, já tendo em conta as deduções à coleta e o próprio reembolso (se for caso disso). Tendo em conta que houve um ajuste nas taxas de IRS de retenção na fonte, os fiscalistas antecipam que o reembolso este ano seja menor, em comparação com o do ano passado.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Já foram entregues mais de 1,5 milhões de declarações de IRS

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião