CAP acusa Governo de não cumprir promessa de descida de 20 cêntimos no ISP

CAP acusa Governo de não cumprir com descida no ISP de 20 cêntimos por litro no gasóleo agrícola, afirmando que, pelo contrário, o preço subiu uma média de três cêntimos.

A Confederação dos Agricultores de Portugal (CAP) acusa o Governo de não cumprir a promessa da descida no ISP de 20 cêntimos por litro de gasóleo agrícola, anunciada a 28 de abril, afirmando que, pelo contrário, “o preço aumentou em média em cerca de três cêntimos”, lê-se num comunicado.

Citando dados da Direção-Geral de Energia e Geologia (DGEG), a CAP considera ser “incompreensível que se assista exatamente ao contrário do que tinha sido assegurado” e refere que “em momento algum” foi referida alguma diferenciação da descida do ISP em função da atividade económica.

A CAP exige ao Governo a “descida real e efetiva de 20 cêntimos por litro” e a implementação de um sistema que permita “um desconto imediato e efetivo no ato de pagamento, fazendo o Estado posteriormente um acerto de contas com os revendedores”.

A confederação considera também que o aumento no preço do gasóleo agrícola representa “uma manifesta falta de reconhecimento pela atividade que os agricultores desenvolvem”, acusando o Governo de lucrar com o aumento dos preços nos combustíveis. Para a CAP, Portugal perde competitividade face a Espanha desta maneira, visto que o país vizinho implementou “medidas transparentes e descomplicadas” para assegurar uma fatura reduzida no preço dos combustíveis para todos.

Na quarta-feira, a Associação Portuguesa De Empresas Petrolíferas (Apetro) lamentou que os valores anunciados pelo Governo não tenham tido em conta a subida do preço do petróleo nos mercados internacionais e considerou injusta para o setor a “suspeição implícita” nas palavras do primeiro-ministro, António Costa, quando este apelou aos portugueses para que confirmem os valores na fatura depois de abastecerem. Por sua vez, a ERSE não detetou “abusos das margens” das gasolineiras.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CAP acusa Governo de não cumprir promessa de descida de 20 cêntimos no ISP

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião