Revolut vai passar a ter serviços mínimos bancários

  • ECO
  • 7 Maio 2022

A Revolut vai passar a ter serviços mínimos bancários, tal como sucede com restantes instituições bancárias que operam em Portugal.

A Revolut vai passar a ter serviços mínimos bancários, tal como sucede com restantes instituições bancárias que operam em Portugal, avança o Público (acesso pago). Obrigatoriedade surge na sequência da fusão do Revolut Bank com o Revolut Payments.

Aquando do lançamento do banco, a Revolut esclareceu que o Revolut Bank não iria prestar serviços mínimos bancários, dado que a instituição só disponibilizava contas de depósitos e que os restantes serviços abrangidos pelos serviços mínimos bancários eram feitos através do Revolut Payment.

Contudo, o paradigma mudou na semana passada na sequência da fusão entre a Revolut Payments e o Revolut Bank. Nesse contexto, a partir de julho todas as contas serão transferidas para o Revolut Bank e a Revolut Payments vai desaparecer, pelo que todos os serviços que estão incluídos no pacote de serviços mínimos bancários definido por lei serão prestados pelo Revolut Bank, confirmou fonte oficial da Revolut ao Público. Além disso, a empresa será também forçada a rever o preçário de algumas operações, nomeadamente no que toca às taxas aplicadas aos pagamentos internacionais.

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Revolut vai passar a ter serviços mínimos bancários

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião