Foram passados dois milhões de baixas médicas até maio

  • ECO
  • 24 Junho 2022

Número representa um aumento de 82% face ao mesmo período de 2021. Já se contam mais do dobro de baixas médicas registadas nos mesmos cinco meses do ano passado.

Entre janeiro e maio foram concedidos mais de dois milhões de baixas médicas no país, um número que representa um aumento de 82% face ao mesmo período do ano passado. Os dados do Gabinete de Estratégia e Planeamento (GEP) do Ministério do Trabalho, citados pelo Público (acesso condicionado), já se contam mais do dobro de baixas médicas registadas nos mesmos cinco meses de 2021.

Em termos absolutos, são mais 912.626 baixas por doença do que as atribuídas no mesmo período do ano passado. Os dados mostram mesmo que o número de baixas médicas em 2022 tem sido sempre superior aos registos do ano anterior. Só em maio deste ano contaram-se 333.037 prestações de doença, mais 86% que no mesmo mês em 2021 (179.041).

O valor médio do subsídio atribuído em maio foi de 335,15 euros, 2,8% superior aos 326,14 euros de abril, de acordo com dados da Segurança Social, citados pelo Público. Isto significa que foram desembolsados 111,6 milhões de euros, um número que aumenta para os 627 milhões de euros no período entre janeiro e maio.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Foram passados dois milhões de baixas médicas até maio

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião