Fórum Nacional de Seguros: 12 conferências a não perder

  • ECO Seguros
  • 3 Julho 2022

Durante um dia e meio, mais de 40 especialistas do setor segurador estarão juntos para debater a atualidade da indústria, nas 12 conferências do 1º Fórum Nacional de Seguros.

Nos dias 5 e 6 de julho, todos os caminhos do setor segurador vão dar à Alfândega do Porto. É lá que decorre o 1º Fórum Nacional de Seguros, um ponto de encontro que pretender ser único nos seguros em Portugal.

O programa de conferências já está lançado: 12 debates, mais de 40 protagonistas e um olhar atento aos temas essenciais sobre a indústria dos seguros.

O ECOseguros promove dois momentos de debate no dia 5 de julho, um focado no “Estado da Cibersegurança“, onde espera abordar o que se tornou um hot topic através de várias perspetivas: do ponto de vista técnico, legal e específico dos seguros; e ainda uma conferência que parte do panorama económico atual, sob o mote “Pós-Covid, guerra, inflação. Como deve reagir o setor segurador”.

A Associação Portuguesa de Seguradores fará uma palestra sobre “Aumentar a proteção”, que incidirá sobre “a baixa poupança para a reforma e a baixa proteção patrimonial”.

Tendo em mente os “permanentes desafios de eficiência e otimização de operações, na busca incessante pela sustentabilidade do sistema”, a Associação Portuguesa de Agentes e Corretores de Seguros (APROSE) parte do mote “Industrialização vs Humanização” para abordar a “industrialização de processos por parte das companhias de seguros e o equilíbrio na relação com o cliente, em que o mediador profissional de seguros se assume como o garante da humanização do processo”.

“Os Desafios das Seguradoras Vida” é o tema da mesa redonda promovida pela Real Vida Seguros. “Vivenciamos recentemente a nível global dois grandes eventos que estão a mudar radicalmente as nossas vidas. As pessoas foram privadas de relações sociais de proximidade e experienciamos uma guerra com os impactos inerentes nas sociedades e na economia. A distância e a separação têm impulsionado as empresas e as pessoas para soluções onde a componente tecnológica tem cada vez mais um peso importante, sendo um desafio constante à inovação. Com este fenómeno pull, assistimos à criação de ecossistemas que apresentam soluções e caminhos para o futuro. Esta mudança está hoje a criar experiências personalizadas aos seus clientes, fundamentais para o crescimento do setor. Os desafios das Seguradoras Vida perspetivam-se igualmente ao nível das alterações dos estilos de vida e da necessidade de inovação dos produtos na cobertura de novos riscos tanto em Vida como em Saúde”, explica a seguradora, em jeito de introdução ao tema do debate.

O Groupe Prévoir-Vie lança a pergunta: “Digitalização – Onde ficam as Pessoas?”, numa mesa redonda que pretende demonstrar que “os seres humanos e a digitalização não são incompatíveis, pelo contrário, a digitalização está ao serviço dos seres humanos”.

Não é possível falar de digitalização sem olharmos atentamente para a tecnologia. “O papel da tecnologia nas transformações do negócio” será o tema do debate da Cleva Inetum, que irá explorar “os desafios do mercado segurador com os inúmeros constrangimentos que, recentemente, têm surgido no panorama económico mundial (guerra na Ucrânia, pandemia, aumento das taxas de juro, etc.) e como a tecnologia pode alavancar a melhor resposta às mudanças no negócio”.

“O futuro digital com a mediação começa hoje!” será o ponto de partida para a conferência da Liberty Seguros, que desenvolverá o tema essencial da digitalização na distribuição do setor segurador.

A Caravela Seguros irá lançar um olhar prático sobre “Que ações para uma boa gestão de clientes no século XXI”, tendo como base as “necessidades dos clientes que estão em constante evolução. O que deveremos fazer para conhecer e efetuar uma boa gestão dos clientes?” Os dados para o debate estão lançados.

“O que acaba primeiro: a vida ou o dinheiro?” A palestra da Unipeople parte da dúvida para depois lançar as luzes para a melhor resposta. “Uma vida financeira saudável pressupõe um plano financeiro que começa com a proteção, segue para a poupança e, posteriormente, para o investimento. Assim, atinge-se o que é chamado de liberdade financeira. Vamos ensinar o porquê de os seguros de vida serem a base deste plano, a importância da previdência privada, a construção de equipas, entre outros. Nesse sentido, é isto que a Unipeople procura: planear a vida das pessoas para serem mais felizes com finanças saudáveis, protegidas e preventivas”, explica.

Não seria possível cobrir a atualidade sem lançar um olhar ao tópico transversal da sustentabilidade. A Ageas Seguros desenvolve a sua intervenção nessa linha, partindo da questão “Sustentabilidade: moda ou essência do negócio?”.

“A distribuição como eixo de uma longevidade sustentável” é o tema do debate promovido pela Fidelidade, onde caberão importantes questões sobre saúde, envelhecimento e o papel da distribuição seguradora.

A 1ª edição do Fórum Nacional de Seguros conta com o apoio institucional da APS e da APROSE, e com o patrocínio da Ageas Seguros, AIG, Arag, ASISA, Berkley Portugal, Caravela Seguros, Celestino Joaquim – Mediação de Seguros, Cleva Inetum, Diagonal, Fidelidade, Gemese, IBK Seguros, Infosistema, Innovarisk, i2S Brokers, Libax, Liberty Seguros, lluni, Methodus Seguros, Mudum, Prévoir-Vie, RandTech Computing, Real Vida Seguros, Sabseg, Safe 4 All, SEMPER, SPS Advogados, Tranquilidade, Unipeople e Zurich.

Conheça o programa com os horários e oradores de cada conferência aqui.

1º dia

2º dia

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Fórum Nacional de Seguros: 12 conferências a não perder

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião