Confiança dos gestores em mínimos de um ano

  • ECO
  • 19 Agosto 2022

Taxa de inflação é a principal preocupação dos gestores portugueses, seguida da contratação e retenção de talentos.

A confiança dos gestores atingiu o nível mais baixo em um ano. Esta é a principal conclusão do barómetro mensal promovido pelo Fórum de Administradores e Gestores de Empresas (FAE).

O nível de otimismo/confiança na economia portuguesa para os próximos 12 meses baixou para 2,36 pontos, o patamar mais baixo desde que este documento começou a ser divulgado, em setembro de 2021.

A taxa de inflação continuou a ser a principal preocupação dos líderes no último mês, com 43% das respostas, apesar da descida de três pontos percentuais face ao mês anterior.

A contratação e retenção de talentos voltou a ser o segundo maior anseio, com 12,3%. A taxa de juro e a parte de Governo e política empatam como terceiro maior receio, com cerca de 10% das respostas.

Para a obtenção destas respostas foram consultados entre 170 e 210 gestores portugueses. Fundado em 1979, o FAE conta, entre os associados, com os presidentes executivos de 12 das 15 empresas cotadas na principal praça financeira portuguesa, o PSI.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Confiança dos gestores em mínimos de um ano

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião