BRANDS' ECO Mastercard innovation Forum de volta para debater o futuro

  • BRANDS' ECO
  • 16 Setembro 2022

Maria Antónia Saldanha, Country Manager da Mastercard Portugal, conta, em entrevista, o que podemos esperar da 6.ª edição do evento.

Está de regresso mais uma edição do Mastercard innovation Forum, o evento anual da Mastercard dedicado ao futuro, inovação e tecnologia. Este ano, o evento torna à sua edição presencial, o que deu o mote ao tema desta 6.ª edição: Together Towards Tomorrow.

Em entrevista ao ECO, Maria Antónia Saldanha, Country Manager da Mastercard Portugal, fala-nos mais sobre esta edição, em que a cibersegurança tem especial destaque.

Maria Antónia Saldanha, Country Manager da Mastercard Portugal
A agenda deste ano conta, como é hábito, com uma sessão dedicada ao ciber risco e como impulsionar a resiliência e proteger o ecossistema digital. Quais têm sido os principais avanços deste domínio e o que poderemos esperar desta sessão?

Este ano damos especial destaque à cibersegurança com uma sessão dedicada da responsabilidade de Samuel Ojeme, Director de Cyber and Intelligence Solutions da Mastercard que se junta a nós dia 20 para partilhar o seu knowhow. Samuel tem liderado iniciativas estratégicas para alguns dos produtos de resiliência cibernética da Mastercard.

As soluções que temos desenvolvido têm permitido proteger mais de 280 milhões de contas em todo o mundo, graças a mais de 20 mil milhões de avaliações de risco, que são capazes de detetar e mitigar 99% dos ataques, recorrendo a apenas algumas regras de segurança simples e à análise comportamental biométrica, que deteta tentativas de fraude em tempo real. Vamos demonstrar como é importante investir em boas práticas de segurança, por exemplo, através de ferramentas passivas antifraude que são críticas para prevenir e detetar comportamentos duvidosos e evitar que os hackers se apoderem das contas dos utilizadores. Em paralelo, também em sessões dedicadas, temos uma dedicada às PME, apresentada por Marcus O’Toole, vice-presidente, Head of Small Business Segment Europe da Mastercard, responsável pelo desenvolvimento e comercialização na Europa dos produtos e soluções inovadoras da Mastercard para pequenas e micro empresas, e outra ao Open Banking e à Open Finance, apresentada por Jozef Klaassen, Vice President Product Sales da Aiia, que irá demonstrar como o Open Banking pode melhorar as experiências de pagamento para os seus clientes num mundo financeiro integrado. Estas duas vertentes têm sido muito relevantes, sobretudo pela entrada em cena das fintechs que, ao longo dos últimos anos vieram revolucionar o setor financeiro e a forma como as pessoas se relacionam com as entidades financeiras.

As grandes tendências da indústria e a inovação na área dos pagamentos digitais são, também, temas transversais a todo o evento. Que grandes tendências serão abordadas durante o evento e quais os grandes desafios que as empresas enfrentam face à aceleração da digitalização?

O grande desafio da digitalização está nas PME e na capacidade de lhes darmos as ferramentas adequadas para que possam usufruir das soluções de pagamento que permitem aos consumidores ter a liberdade de escolherem o método que lhes for mais conveniente em cada momento, seja em loja física ou online. Por isso, no Mastercard Innovation Forum vamos ficar a conhecer para onde estamos a caminhar, nesse propósito de apoiar as PME nesta jornada de digitalização. Para este momento temos o privilégio de receber Iain McLean, Senior Vice President, Merchants & Commerce para a Europa na Mastercard, que tem responsabilidade pelo segmento de comerciantes e outros parceiros de aceitação, incluindo acquirers, PSP e PayFacs. Por outro lado, estamos a assistir a fenómenos que nos estão a obrigar a pensar o futuro de outra forma. A Blockchain, as Cripto moedas, os NFT ou o Metaverso são apenas alguns exemplos. E o que vai acontecer é que vamos partilhar alguma da nossa experiência com essas novas tecnologias. Ainda recentemente, durante o Mês do Orgulho, criámos uma Pride Plaza no Decentraland, que é um metaverso construído sobre a tecnologia blockchain da Ethereum. Nesta Plaza, tivemos o nosso próprio carro alegórico a participar na Metaverse Pride Parade e organizámos várias iniciativas, em que os utilizadores podiam comprar, por exemplo, wearables NFT e assistir a concertos de música ao vivo. Portanto, todo um mundo novo para explorar em conjunto com os nossos convidados e fazer jus ao mote do MIF: Together Towards Tomorrow. Entre os convidados deste painel, recebemos Christian Rau, Senior Vice President Crypto and Fintech Enablement Europe, que tem sido responsável pela conceção e implementação de propostas inovadoras na área dos pagamentos digitais, trabalhando em estreita cooperação entre as equipas europeias e globais e os clientes e parceiros da Mastercard.

O Mastercard Innovation Forum traz a Portugal, com é hábito, uma área de demonstrações, onde se encontram alguns dos mais recentes desenvolvimentos tecnológicos e inovações. O que nos pode revelar sobre essas demonstrações?

A área de demonstrações é um complemento àquilo que se vai passar durante o Mastercard Innovation Forum e onde os convidados vão poder conhecer o resultado da aposta da Mastercard em inovação. Há muito que deixámos de ser uma empresa de cartões para passarmos a ser uma empresa de tecnologia, com soluções para diferentes problemas do mundo digital e dos pagamentos. Vamos, por isso, ter demonstrações de soluções que estão a transformar a forma como pagamos, mas também relacionadas com cibersegurança, biometria ou open banking, ou soluções para as cidades e o turismo. Queremos, no fundo, mostrar como a nossa tecnologia está a mudar a forma como as pessoas, as empresas e os governos podem interagir entre si. Nessa área temos também os nossos colegas especializados nas referidas soluções que podem prestar esclarecimentos e apresentar exemplos de implementações já efetuadas noutras geografias.

Como empresas que vai muito para além dos pagamentos, temos áreas na Mastercard que vão desde a consultoria, à análise de dados, serviços de teste e aprendizagem para clientes e, também, de aceleração de startups, por onde já passaram muitas fintechs e outras empresas que vieram preencher espaços muito relevantes na cadeia de valor dos serviços financeiros. É neste contexto, em que as fronteiras do setor estão a mudar e a evoluir, que percebemos que a melhor maneira de nos prepararmos para o futuro passa por sabermos estar ligados aos parceiros certos e fomentar aquilo a que chamamos de co-criação, porque o poder está, cada vez, nas redes. O nosso programa Start Path é um bom exemplo disso. É onde combinamos diversos recursos para oferecer experiências seguras, em ambientes controlados, e criar valor para todas as empresas envolvidas. Ou seja, não estamos apenas focados nas necessidades dos consumidores. Estamos, também, a identificar necessidades eventualmente ainda desconhecidas e que vão fazer parte do nosso futuro próximo. Isto só é possível graças à rede global da Mastercard e à sua experiência na transformação digital, para criar um ecossistema global de inovação.

Como é que a Mastercard tem vindo a acelerar a sua inovação e o que nos pode dizer sobre as tendências digitais que estão a moldar o futuro?

Por outro lado, a estratégia de aquisições da Mastercard tem proporcionado aos nossos clientes um número exponencial de novas soluções, que ficam desde logo disponíveis, para que tenham acesso a mais inovação, de forma quase imediata. É o caso da Aiia, que disponibiliza a plataforma de open banking mais experiente da Europa, ou da NuData Security, que executa mais de 20 mil milhões de avaliações de risco e verifica 4,5 mil milhões de dispositivos anualmente para que as empresas possam validar utilizadores sem impacto, enquanto interrompe utilizadores fraudulentos antes que causem danos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mastercard innovation Forum de volta para debater o futuro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião