• Entrevista por:
  • António Ferreira

Mudey lança parcerias com mediadores

Crescendo em clientes e oferta de seguros, a Mudey estende parcerias a outros negócios. Na distribuição de seguros, abre-se a mediadores “para que possam aproveitar a nossa capacidade tecnológica".

A startup arrancou há pouco menos de um ano focada na relação direta com o consumidor, “mas sempre tendo em perspetiva, num futuro próximo, avançar também com uma estratégia B2B2C, pois sempre acreditámos num modelo de distribuição abrangente,” disse Ana Teixeira a ECOseguros.

Ana Teixeira: A equipa tem a perceção de que estes “potenciais parceiros reconhecem a mais-valia e o caráter disruptivo da Mudey.”

Quando chegou ao mercado, como primeira plataforma 100% digital na mediação seguros em Portugal, a insurtech tinha, como principal objetivo, “descomplicar o processo de compra e gestão de seguros,” recorda a cofundadora e, como costuma dizer, ‘responsável pelo dia-a-dia’ da startup instalada em Gaia, no Porto.

Amplificando o foco, lança o repto a três segmentos: mediação, distribuição e comercial. Ao mesmo tempo que integra a aplicação de seguros nos websites dos parceiros, a proposta da start-up aplica-se em sentido inverso, acolhendo aplicações de empresas parceiras no seu site.

Projetando-se num modelo
business-to-business-to-consumer (b2b2c), que supõe colaborar com outras organizações tendo sempre o consumidor individual como alvo, a Mudey torna possível “a integração da sua plataforma digital com os websites e/ou plataformas de empresas ou mediadores. Desde cedo, após o lançamento, “temos sido abordados quer por mediadores de seguros”, empresas com modelos de negócio digitais “(e não só), no sentido de estabelecer parcerias” de distribuição. A perceção da equipa é que estes “potenciais parceiros reconhecem a mais-valia e o caráter disruptivo da Mudey,” sustenta a responsável da empresa que indicia posicionamento de marca.

A insurtech assume capacidade de se moldar ao funcionamento das colaborações e aos requisitos de cada potencial parceiro. “Queremos que seja um verdadeiro complemento às plataformas e/ou serviços de que os parceiros já dispõem, acrescentando-lhes valor. Por um lado, os consumidores, ao adquirirem produtos ou serviços às empresas parceiras, podem fazer um seguro para esses bens no ato da compra. Por outro lado, a MUDEY pode estar integrada com os websites ou plataformas dos parceiros”, como uma aplicação (app), “possibilitando que os seus consumidores, utilizadores ou colaboradores, adquiram separadamente um seguro, e/ou façam uma gestão eficiente da sua carteira de seguros, através da nossa plataforma digital.”

Atualmente com um “conjunto robusto de potenciais parcerias”, nas quais “estamos a trabalhar ativamente”, prevê que sejam fechadas e lançadas no mercado ainda este ano. Nestas parcerias com terceiros, a Mudey “mantém o seu papel de mediador digital de seguros, com as inerentes responsabilidades, tal como acontece já no atual canal de distribuição direto ao consumidor (B2C).”

A diferença entre estes dois canais de distribuição, esclarece a responsável da startup, “está no facto de colocarmos todo o nosso know-how de seguros, capacidade tecnológica e de inovação, assim como a nossa plataforma digital única de compra e gestão de seguros, ao dispor dos nossos parceiros, potenciando a satisfação dos seus clientes, utilizadores e/ou colaboradores.”

A colaboração com concorrentes (mediadores de seguros) tem objetivo claro: “Queremos disponibilizar-lhes a plataforma da MUDEY para que possam aproveitar a nossa capacidade tecnológica,” afirma Ana Teixeira.

O último ano – marcado por restrições devido à pandemia – tornou mais evidente que o caminho é a digitalização, “cada vez mais presente também na distribuição de seguros”.
Neste contexto, as parcerias propostas pela empresa “possibilitam que todos os mediadores, independentemente da sua dimensão ou capacidade financeira para investir em tecnologia, tenham acesso a uma solução digital única e pioneira no mercado, com forma de acesso tipo “chave-na-mão.” Integrando a app, por exemplo, no seu próprio website, “os mediadores de seguros podem facultar aos seus clientes as funcionalidades de compra e gestão de seguros 100% digitais disponíveis na plataforma da MUDEY”, reforça.

Impulsionada por financiamento inicial de 720 mil euros que angariou junto de business angels, ainda no final de 2019, a start-up parece transitar da germinação para empreender escala e pondera reforço de investimento: “Vamos iniciar até final de 2021 uma nova ronda de financiamento,” aponta a empreendedora.

Aludindo à variedade e abrangência da oferta desenvolvida nos seguros, lembra: “Quando iniciámos atividade, os nossos utilizadores podiam comprar 100% online, através da plataforma da MUDEY, dois tipos de seguros, viagem e acidentes pessoais.” Em outubro de 2020, quando concedeu entrevista a ECOseguros, “esse número era já de 9 produtos. À data de hoje, disponibilizamos 14 produtos de seguro 100% online (vida proteção, vida crédito, saúde, carro, casa, dentário, viagem, empregada doméstica, acidentes pessoais, criança, família, bicicleta, criança, trotinete), sempre com o apoio do suporte da equipa MUDEY. Desde o início, temos adicionado, em média, um novo seguro por mês à nossa plataforma, assim como expandido todos os serviços ligados à gestão da carteira de seguros”.

Questionada sobre os ramos de seguro com maior crescimento no último ano, afirma: “sentimos um interesse acrescido quanto aos seguros ligados à proteção pessoal (tais como seguro saúde e seguro de vida), assim como aos seguros de investimento e poupança, certamente, fruto do contexto pandémico que vivemos,” refere.

A aposta nas parcerias com mediadores e empresas de outros setores não inibe expansão da oferta de soluções já disponíveis na carteira Mudey. “Queremos manter este ritmo de expansão do portefólio de produtos de seguro com compra 100% online, de forma a continuar a descomplicar o processo de compra e gestão. Temos ainda muitas outras ideias para implementar na plataforma, no sentido de alargar as suas funcionalidades e serviços, sempre com a visão de proporcionar uma cada vez melhor gestão da carteira de seguros aos nossos utilizadores,” defende.

A equipa mantém o objetivo de internacionalizar, “num futuro próximo, sendo parte importante da nossa estratégia e uma que nos entusiasma muito”. Atualmente, focados em solidificar o negócio em Portugal, a Mudey quer “conquistar parcerias de distribuição e continuar a desenvolver a nossa plataforma digital”.

Aproximando-se o primeiro aniversário da empresa (julho de 2021), “estamos muito próximos de concretizar o objetivo que definimos para o primeiro ano de atividade: chegar aos cinco mil utilizadores”. A meta traçada há um ano atrás, “alcançar 20 mil clientes em julho de 2023 mantém-se.”

  • António Ferreira

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Mudey lança parcerias com mediadores

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião