Crescer equipa e expandir-se além fronteiras são objetivos da VMA Advogados

Tomás Zenóglio de Oliveira, sócio da VMA, fez um balanço dos quatro anos de atividade do escritório. O advogado avançou que contam duplicar a equipa ainda em 2022.

A Vieira Mesquita, Zenóglio de Oliveira & Associados (VMA Advogados) celebra este ano o seu 4.º aniversário e o sócio Tomás Zenóglio de Oliveira fez um balanço positivo. Segundo o advogado, o escritório tem vindo a crescer de forma “orgânica”, “estruturada” e “sustentada”. “A VMA tem revelado ser uma experiência de sucesso e, acima de tudo, muito enriquecedora e desafiante”, acrescentou.

À Advocatus, o sócio explicou que a missão da VMA é prestar um serviço “diferenciado”, pautado pela “proximidade”, apoiando os clientes em todas as suas necessidades diárias.

Na VMA acreditamos que a disponibilidade, o rigor, a qualidade técnica, aliados a ferramentas e tecnologias inovadoras, são a base da relação com os nossos clientes. Mas, mais do que isso, acreditamos que os nossos clientes querem advogados presentes, que estejam diretamente integrados no seu negócio, sendo nisso que a VMA trabalha diariamente, para que possa ser uma In-House Law Firm, estruturada e organizada de forma independente”, notou.

VMA Advogados - 08MAR22
Tomás Zenóglio de Oliveira, partner da VMA AdvogadosHugo Amaral/ECO

Sobre os objetivos que foram inicialmente traçados, Tomás Zenóglio de Oliveira garante que têm superado todas as expectativas delineadas, sendo “crescimento sustentado”, a “superação diária” e a “proximidade do cliente” alguns dos focos do escritório.

“A VMA sempre teve uma visão estratégica abrangente com uma cultura transnacional, desenvolvendo soluções únicas, inovadoras e abrangentes, com uma abordagem adequada e uma equipa profissional multidisciplinar e experiente, capaz de enfrentar os desafios mais complexos. A VMA está focada em abordagens que fomentem o crescimento e a prosperidade dos seus clientes, garantindo a permanente atualização de know-how e formação profissional. A qual tem vindo a ser prosseguida e alcançada, através de uma cultura corporativa bem delineada”, explicou.

“Máxima liberdade, máxima responsabilidade”

A VMA é composta por doze pessoas, mas o sócio avançou que contam duplicar a equipa ainda em 2022. Ao longo dos últimos quatro anos, o apoio a startups e empresas portuguesas nas áreas de Corporate/M&A e Tax permitiu o crescimento do escritório.

Atualmente estamos centrados no direito societário, comercial, imobiliário, fiscal e laboral, sendo estas as nossas áreas de especialização. Contudo, num futuro que está próximo iremos seguramente apostar no contencioso e nas diferentes vertentes do direito administrativo”, referiu Tomás Zenóglio de Oliveira.

No mercado da advocacia definem-se como uma sociedade de advogados “diferente” e “inovadora” que se destaca por ter uma abordagem construtiva, criativa e pragmática.

“Na VMA estamos orientados para soluções eficazes cujas variáveis ultrapassam a perspetiva puramente jurídica. Vemos os nossos serviços como um investimento dos nossos clientes, os quais têm de gerar retorno para os mesmos”, sublinhou o sócio.

Tomás Zenóglio de Oliveira acrescentou ainda que no escritório estão conscientes da importância de cada transação na vida dos clientes e com o conhecimento, experiência técnica e inovação acompanham cada detalhe em equipa, acreditam no rigor, na excelência e valorizam as qualidades humanas que enriquecem as relações e contribuem para deixarem o melhor em cada interação.

“Transformamos os obstáculos em desafios a superar, acreditamos na inovação e apresentamos as soluções mais eficazes num serviço de elevada qualidade, com integridade e respeito mútuo por todas as pessoas envolvidas”, explicou.

VMA Advogados - 08MAR22
Tomás Zenóglio de Oliveira, partner da VMA AdvogadosHugo Amaral/ECO

Procurando ser uma “sociedade de advogados que se pauta pela diferenciação”, o sócio admitiu que a VMA rege-se pelo lema “máxima liberdade, máxima responsabilidade”.Acreditamos que só atingimos o nosso expoente máximo agindo em liberdade. Aquilo que transmitimos e pretendemos dos colaboradores da VMA é que se sintam bem, integrados e realizados para que, assim, mantendo o foco, consigam dar sempre o seu melhor”, confessou.

Tomás Zenóglio de Oliveira referiu ainda que acredita que o bom ambiente de trabalho é o primeiro passo para o sucesso de um negócio, estando o bem-estar da equipa acima de tudo. “É a pensar nisso que promovemos diversos eventos de team building, bem como celebramos datas e ocasiões festivas. Procuramos ainda desenvolver uma política de comunicação interna de incentivo e motivação diária”, disse.

Inteligência artificial é o futuro

Numa era marcada pela inteligência artificial e por um desenvolvimento acentuado das novas tecnologias e das estratégias de marketing, a VMA tem apostado fortemente nos meios tecnológicos. Por exemplo, o escritório trabalha com uma ferramenta de gestão documental líder mundial e apoia-se em ferramentas que asseguram a comunicação encriptada, bem como outras ferramentas e medidas que asseguram a proteção e o segredo profissional.

“Na VMA acreditamos que a inteligência artificial vai continuar a desenvolver-se de forma bastante acelerada nos próximos anos e, por isso, os advogados têm de ser capazes de acompanhar e adaptar-se a essa transição digital. Estamos entusiasmados com o advento da inteligência artificial na advocacia”, garantiu.

VMA Advogados - 08MAR22
Tomás Zenóglio de Oliveira, partner da VMA AdvogadosHugo Amaral/ECO

O sócio mostrou-se confiante de que a inteligência artificial é uma mais-valia no mercado, porque potencia o desenvolvimento de ferramentas que permitem prestar melhores serviços aos clientes: “mais rápidos, mais simples e mais especializados”. A VMA entende que a inteligência artificial deve ser “incentivada” e “potenciada”, pois estão certos de que é uma enorme mais-valia que vem complementar o elemento Humano nesta profissão feita por Humanos para Humanos.

“A inteligência artificial tem vindo a assumir diversas formas, desde logo softwares, com algoritmos, que permitem criar e desenvolver, por meio de perguntas aos seus utilizadores, documentos mais comuns, tais como atas, contratos mais comuns, eventualmente até impugnações de multas. Alguns sistemas mais desenvolvidos têm sido capazes de analisar documentação e elaborar relatórios detalhados com potenciais alertas permitindo que os profissionais consigam dedicar o seu tempo a questões humanas que dificilmente poderão ser acompanhadas pelas máquinas”, explicou.

Mais advogados e mais parcerias

Crescer em Portugal e no mundo é o principal desafio da VMA apontado por Tomás Zenóglio de Oliveira. “Por inerência este é o maior desafio que a VMA terá, saber posicionar-se para o crescimento neste mundo de imprevisibilidade”, sublinhou.

Este crescimento sustentado da VMA passa pela incorporação de advogados que se identifiquem com os seus valores e queiram aderir a um projeto que “ambiciona ser um dos escritórios de referência em Portugal”.

VMA Advogados - 08MAR22
Tomás Zenóglio de Oliveira, partner da VMA AdvogadosHugo Amaral/ECO

“Para mais, prevemos que durante este ano sejamos capazes de celebrar parcerias e novas associações com sociedades em várias geografias do Mundo, com enfoque em África e na Ásia”, avança o sócio.

Tomás Zenóglio de Oliveira perspetiva ainda para os próximos anos o desenvolvimento de alguns projetos que passam pela incorporação e fusão de equipas ou sociedades e uma “contínua internacionalização, sendo certo que a nossa estratégia passa pela associação a uma estrutura internacional bem posicionada”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Crescer equipa e expandir-se além fronteiras são objetivos da VMA Advogados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião