Estas são as medidas que os fiscalistas querem no OEpremium

A Advocatus falou com dez advogados fiscalistas que partilharam qual deverão ser as quatro medidas prioritárias que devem estar inscritas no Orçamento de Estado.

Com um novo Governo eleito, com maioria absoluta do Partido Socialista, avizinha-se que o Orçamento de Estado para 2022seja o mesmo que António Costa tentou aprovar no final do ano passado, mas sem sucesso, o que acabou a levar às eleições antecipadas. Com a proposta a ser chumbada, com os votos contra do PSD, CDS-PP, Chega, Iniciativa Liberal, do PCP, do PEV e do Bloco de Esquerda. A Advocatusfalou com dez advogados fiscalistas que partilharam qual deverão ser as quatro medidas prioritárias que devem estar inscritas no Orçamento de Estado.Alexandra Courela, sócia da Abreu Advogados Variação da taxa geral do IRC, podendo ser reduzida entre 1 e 5%, em função do cumprimento de metas internacionalmente definidas e objetivamente mensuráveis de sustentabilidade ambiental e transição

Assine para ler este artigo

Aceda às notícias premium do ECO. Torne-se assinante.
A partir de
5€
Veja todos os planos