Beiragás investe um milhão de euros até 2027 em Vila Velha de Ródão

Beiragás investe um milhão de euros até 2027, na rede de distribuição de gás natural de Vila Velha de Ródão, onde já abrange 500 habitações, assim como estabelecimentos de comércio e indústria.

A Beiragás – Companhia de Gás das Beiras, S.A. vai investir um milhão de euros até 2027, na rede de distribuição de gás natural na Vila Velha de Ródão, anunciou a empresa que, entretanto, já iniciou o abastecimento a 500 habitações, assim como a estabelecimentos comerciais e industriais da localidade.

Este projeto “contribui para acelerar a descarbonização da economia da região, pois, além da redução de emissões de CO2 que o gás natural permite face às soluções utilizadas atualmente no concelho, a nova rede está preparada para receber gases renováveis, como o biometano e o hidrogénio”, avança a Beiragás, empresa da Galp Gás Natural Distribuição (GGND).

Com o alargamento da cobertura de rede da Beiragás à malha urbana da sede do concelho, a empresa passa a abastecer 15 dos 59 concelhos da sua área de concessão. “Este é mais um passo na concretização do propósito da GGND de promover comunidades mais sustentáveis, permitindo às empresas e famílias dispor de uma infraestrutura capaz de distribuir uma energia de baixo carbono e posicionando a empresa como uma referência no setor e na transição energética”, lê-se no comunicado enviado às redações.

O investimento global no projeto até 2021 foi de cerca 1,5 milhões de euros, “aos quais se somará mais um milhão de euros até 2027”, avança a empresa, na mesma nota. “Ao aproveitar a infraestrutura já existente, foi possível maximizar a utilização dos investimentos feitos anteriormente, tornando-os mais eficientes”, acrescenta a empresa.

“Este investimento é um passo muito significativo para as famílias de Vila Velha de Ródão, permitindo-lhes aceder a uma rede mais amiga do ambiente e com todo o conforto que lhe é inerente. Para as empresas de pequena e média dimensão é também uma excelente oportunidade que vem reforçar e contribuir para um incremento na competitividade, dotando-os de uma solução energética que não dispunham até esta data”, afirma o presidente da Câmara Municipal de Vila Velha de Ródão, Luís Miguel Ferro Pereira.

Já o presidente da Comissão Executiva da GGND, Gabriel Sousa, considera que “este projeto traz um enorme benefício para as pequenas e médias empresas e famílias, do ponto de vista económico e ambiental, dando-lhes a oportunidade de usufruir agora de gás natural e, no futuro, de gases renováveis através da mesma rede instalada”. Para Gabriel Sousa, este é mais um passo para tornar o interior do país mais competitivo, “promovendo a coesão territorial e preparando o país para o futuro das energias renováveis”.

A rede de distribuição de gás natural de Vila Velha de Ródão começou com o abastecimento aos grandes clientes industriais do concelho, “contribuindo de forma decisiva para o desenvolvimento da Zona Industrial de Vila Velha de Ródão”, lê-se no comunicado enviado às redações.

Atualmente, as quatro grandes indústrias do concelho são responsáveis por um consumo médio de 24 milhões metros cúbicos por ano, constituindo-se como o principal polo de fornecimento da Beiragás.

Segundo a empresa, “quando comparado com o consumo de gás de garrafa, cada cliente que se liga a esta rede beneficiará de uma poupança média de cerca de 200 euros na sua fatura anual e diminui em 16% as suas emissões”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Beiragás investe um milhão de euros até 2027 em Vila Velha de Ródão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião