A transformação digital deve ser uma decisão estratégica nas empresas

  • Gabriela Teixeira
  • 30 Novembro 2021

Executivos estão preocupados em iniciar ou acelerar as transformações digitais nas empresas, porque vencer exige redefinir, não apenas o como se trabalha, mas também o que se faz para criar valor.

Uma realidade que verificamos é que as empresas estão cada vez mais a iniciar ou a acelerar os seus processos de transformação digital. Sabemos hoje que o que vivemos nos últimos quase dois anos veio acelerar o ritmo da mudança das empresas, à medida que muitas das nossas atividades mais básicas passaram a ser online.

No entanto, esta onda acelerada de iniciativas digitais não deve ser confundida com a real transformação dos negócios, necessária para o sucesso das organizações na era digital. A primeira trata principalmente do business-as-usual e da probabilidade de “permanecer em jogo”, a segunda trata da definição estratégica de uma vantagem competitiva para o sucesso. A abordagem que permite uma transformação digital de sucesso é aquela que se inicia com uma visão clara de onde as empresas querem estar e desenvolver uma abordagem integrada dessa visão, envolvendo toda a organização.

A nossa experiência revela-nos uma preocupação por parte dos executivos de iniciarem ou acelerarem as transformações digitais nas empresas. Muitos têm esta preocupação nas suas agendas estratégicas, porque vencer no mundo atual exigirá redefinir, não apenas o como se trabalha, mas também o que se faz para criar valor para os diferentes stakeholders na era digital. O número de iniciativas digitais que as empresas possam implementar é irrelevante, o importante é pensar de forma integrada e estratégica.

As empresas precisam dar um passo atrás e redefinir a forma como criam valor, reimaginar o seu lugar no mundo, a forma como se preocupam, por exemplo, com os temas ambientais e sociais, como tiram vantagens dos ecossistemas e como transformam as suas empresas para permitir novos modelos de criação de valor. No limite, as empresas precisam moldar o seu próprio futuro, reconhecendo que o mundo mudou e que nele devem encontrar o seu propósito.

Na PwC, temos vindo a analisar muitas empresas, que têm trabalhado arduamente para se transformar, muito antes da pandemia chegar. Essas mantiveram o ímpeto e as suas experiências contrastam com aquelas focadas apenas em digitalizar o que já fazem.

Os líderes que desejam contribuir para a transformação das suas empresas devem:

  • Reimaginar o seu lugar no mundo, em vez de se concentrarem apenas em digitalizar o que já se faz. As empresas de sucesso na era digital definem a sua razão de ser em termos do valor ousado que criam aos seus clientes e restantes stakeholders.
  • Criar valor através dos ecossistemas. As empresas de sucesso na era digital reconhecem que uma das formas de permanecerem relevantes é trabalhar em conjunto com ecossistemas para entregar propostas de valor mais ambiciosas aos clientes.
  • Reimaginar a sua organização para permitir um novo modelo de criação de valor, em vez de pedir às pessoas que trabalhem de novas formas dentro dos limites do “antigo” modelo organizacional. Os vencedores na era digital quebram as típicas estruturas de poder para permitir que as novas ideias e os recursos possam ser escalados de uma forma muito mais colaborativa.

Focando no mercado Português, e referente ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), a dimensão Transição Digital destina-se à capacitação do desenvolvimento de uma economia mais assente no digital e a sua relevância foi aumentada pela atual pandemia tal como referido acima.

No âmbito dos apoios para a transição digital, recomendamos fortemente que as empresas elaborem os seus projetos por exemplo para definição e adoção de modelos de negócio de matriz digital (maior presença online, marketing digital, ecommerce, soluções cloud, etc), apoio à capacitação tecnológica, adequando a cibersegurança, a privacidade e interoperabilidade dos sistemas que fazem parte da cadeia de valor das empresas, implementar programas que assegurem a segurança dos dados, bem como a privacidade, a promoção da tomada de decisão baseada em informação tratada com recurso a ferramentas tecnológicas, a capacitação de processos de decisão baseados em dados e modelos de gestão com qualidade que permitam aumentar a monitorização dos eventos e potenciar a melhoria contínua e a capacidade de resposta “quase em tempo real e em contexto” ou o desenvolvimento de novas soluções e produtos digitais.

Cientes de que a transformação digital é um pilar importante para as organizações em Portugal e pelo facto de queremos estar próximos dos nossos clientes neste processo, reforçámos recentemente a nossa oferta de serviços de consultoria em tecnologia e criámos a PwC Digital Technology Consulting, que inicia a sua atividade com um reforço de capacidade em projetos de transformação com a tecnologia SAP, mas que irá expandir para outras tecnologias.

Estamos na altura que os líderes terão de saber lidar com questões importantes sobre qual o nível de mudança que devem promover, quão rápido os seus atuais negócios podem ser afetados por fatores disruptivos, quão longe a estratégia se pode estender das capacidades atuais e qual a melhor forma de gerir toda esta transformação. Este é o tempo para as equipas executivas acelerarem, aceitarem a disrupção e se tornarem líderes na era digital.

  • Gabriela Teixeira
  • Consulting Lead Partner da PwC

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

A transformação digital deve ser uma decisão estratégica nas empresas

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião