Empresas já investiram 30 milhões de euros desde janeiro deste ano, em Viana do Castelo

Município de Viana do Castelo já aprovou, nos primeiros seis meses deste ano, incentivos para investimentos de empresas na ordem dos 30 milhões de euros e que criam 300 postos de trabalho no concelho.

“Só nos primeiros seis meses de 2022, a autarquia de Viana do Castelo já aprovou incentivos para investimentos de seis empresas, no valor de 30 milhões de euros e 300 postos de trabalho diretos”, avançou o presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, Luís Nobre, durante a inauguração do novo Centro de Colisão da Autovalverde, que, segundo o município, é “o único do país com tecnologia Moonwalk”.

O grupo investiu um milhão de euros neste centro de colisão para reparação de carroçarias, na zona industrial de Neiva, em Viana do Castelo, e beneficiou do Regime de Incentivos para 2022 da autarquia que “prevê a continuidade das reduções e isenções de taxas diversas para impulsionar a atividade económica no concelho”, divulgou fonte do município. Para o autarca socialista, este é “um excelente exemplo da política municipal de incentivo ao investimento”.

Luís Nobre destacou ainda o facto deste grupo “ter iniciado a obra em plena pandemia e inaugurado durante a crise internacional”, o que é um forte sinal de confiança dos investidores em Viana do Castelo”. Por isso mesmo, é tão importante o “reconhecimento de todos os empreendedores, como os irmãos Rodrigues, que acreditam no município e criam condições de emprego e de negócio”, destacou o presidente de Câmara.

O centro de colisão da AutoValverde está equipado “com a mais avançada tecnologia de reparação automóvel” — o sistema Moonwalk by PPG — que “economiza tempo de mão-de-obra, reduz os desperdícios, automatiza processos, maximiza a precisão e transforma a sala de pintura num ambiente limpo e seguro”, descreve a autarquia.

Esta é uma empresa familiar que, destacou o autarca socialista, “conseguiu garantir uma sólida transição Intergeracional num processo de investimento continuo, sólido, inovando através de um forte investimento tecnológico, que gerou emprego”. Além disso, arrematou Luís Nobre, a empresa “está voltada para o futuro nas suas diferentes áreas de atividade, apostando em simultâneo nas pessoas e nas suas qualidades”.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Empresas já investiram 30 milhões de euros desde janeiro deste ano, em Viana do Castelo

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião