Politécnico de Viana do Castelo lança curso de Turismo de Gastronomia e Vinhos para impulsionar economicamente a região

Politécnico de Viana do Castelo lança novo curso técnico superior profissional em Turismo de Gastronomia e Vinhos para atrair e fixar jovens no concelho. E impulsionar economicamente a região.

O Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) vai lançar, a partir de setembro deste ano, um novo Curso Técnico Superior Profissional (CTeSP) em Turismo de Gastronomia e Vinhos, anunciou a instituição de ensino que conta com a parceria de 25 entidades e espera impulsionar economicamente a região com esta formação. Além de alavancar ainda mais a valorização do território minhoto.

Setembro vai marcar uma nova etapa para a sub-região de Monção e Melgaço, e para os 30 alunos que vão fazer parte da primeira turma do CTeSP em Turismo de Gastronomia e Vinhos”, afirma o IPVC em comunicado. “Este novo curso, ligado à gastronomia e aos vinhos, vai potenciar a capacidade produtiva e empreendedora do concelho, gerando mais oportunidades para os jovens da região”, afirmou o presidente da Câmara Municipal de Monção, António Barbosa, durante a apresentação deste curso, na localidade. Para o autarca, esta é uma forma de “captar e fixar talento, assim como de ter serviços de qualidade“, no concelho.

Este novo curso, ligado à gastronomia e aos vinhos, vai potenciar a capacidade produtiva e empreendedora do concelho, gerando mais oportunidades para os jovens da região.

António Barbosa

Presidente da Câmara Municipal de Monção

Também a vice-presidente do IPVC, Ana Paula Vale, destacou que esta formação superior, direcionada para o desenvolvimento dos territórios, “vai ajudar a mitigar a falta de população”. Para Ana Paula Vale, este curso vai fazer a diferença na valorização do território ao nível da gastronomia e dos vinhos verdes. “Existe um crescente reconhecimento da importância que a gastronomia e os vinhos têm para a região, tendo em conta o enorme aumento da procura do vinho e os prémios atribuídos à gastronomia regional”, notou a vice-presidente do IPVC. Por isso mesmo, realçou, “vários agentes do setor público e privado, entre os quais representantes de empresas turísticas, quintas produtoras de vinho e Câmaras Municipais, colaboraram com o IPVC na criação deste CTeSP em Turismo de Gastronomia e Vinhos.

O docente Carlos Fernandes, em representação da equipa que desenhou este curso, afirmou, por sua vez, que “só com a formação especializada é que se consegue oferecer serviços de qualidade de excelência”. Acredita mesmo que este curso vai ajudar a “mudar o perfil do turista que visita a sub-região, uma vez que se vai elevar o patamar” do turismo.

Existe um crescente reconhecimento da importância que a gastronomia e os vinhos têm para a região, tendo em conta o enorme aumento da procura do vinho e os prémios atribuídos à gastronomia regional.

Ana Paula Valente

Vice-presidente do Instituto Politécnico de Viana do Castelo

O IPVC vai, assim, dar início à formação de técnicos especializados no planeamento, supervisão e execução da comercialização da gastronomia e vinhos, “assente em valores culturais com atratividade turística”. Depois de dois anos de estudo, estes alunos podem candidatar-se à licenciatura de Turismo ou de Gastronomia e Artes Culinárias.

A componente teórica deste curso vai ser provisoriamente lecionada nas instalações da Escola Profissional do Alto Minho Interior (EPRAMI), em Monção, e as aulas práticas em quintas e noutros território de Monção e de Melgaço.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Politécnico de Viana do Castelo lança curso de Turismo de Gastronomia e Vinhos para impulsionar economicamente a região

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião