Lisboa apoia em 1,2 milhões projetos de apoio à mobilidade reduzida

Câmara de Lisboa apoia com 1,2 milhões de euros projetos para ajudar a melhorar acessibilidade de pessoas com mobilidade condicionada, contribuindo para uma cidade inclusiva.

Ao todo, são 1,2 milhões de euros destinados a financiar até 20 projetos inovadores que criem soluções digitais que ajudem a melhorar a acessibilidade de pessoas com mobilidade condicionada, respondendo, assim, aos desafios da mobilidade em Lisboa, anunciou a autarquia liderada pelo social-democrata Carlos Moedas. O objetivo é claro: promover uma maior autonomia de pessoas com mobilidade reduzida.

Esta verba vai financiar os custos de desenvolvimento, adaptação e teste em ambiente operacional das soluções, até 60 mil euros por projeto, segundo a Câmara Municipal avança em comunicado. A autarquia considera prioritários os projetos de planeamento de viagens, navegação autónoma, serviços inclusivos de bilheteira, promoção de uma mobilidade mais segura, gozo pleno de espaços públicos e soluções comunitárias para uma mobilidade mais inclusiva.

Neste sentido, o município lança o desafio a todo os inovadores na área da inovação digital e mobilidade urbana “para a criação de soluções digitais que ajudem a melhorar a acessibilidade de pessoas com mobilidade condicionada“.

Segundo Ângelo Pereira, vereador com o pelouro da Mobilidade e Território, entre outras áreas, “cerca de uma em cada cinco pessoas tem a sua experiência de mobilidade condicionada quando se desloca na cidade de Lisboa, seja por deficiência ou incapacidade, temporária ou permanente”. O vereador considera, por isso, que “esta iniciativa é um convite à comunidade de inovadores a participar no processo de construção de soluções digitais que ajudem a promover uma maior autonomia de pessoas com mobilidade reduzida.”

Através do VoxPop, irá ser possível financiar soluções digitais em open source e a submissão de candidaturas pode ser feita online até ao 25 de setembro de 2022 na página da internet https://www.voxpoplisboa.pt/opencall.

Segundo a autarquia, o VoxPop – Pessoas, Processos e Tecnologia consiste num projeto de inovação que visa “fomentar a transição digital do setor da mobilidade na capital portuguesa“. Surgiu, assim, “da necessidade identificada por vários atores locais em trabalhar de forma mais colaborativa e transparente na melhoria do sistema de mobilidade e transportes de Lisboa e em tornar os processos de planeamento mais eficientes”.

A câmara lidera este projeto, mas conta com o apoio de parceiros como a Empresa Municipal de Estacionamento e Mobilidade (EMEL), a rodoviária Carris, o Metropolitano de Lisboa e a Transportes Metropolitanos de Lisboa (TML), além da ARMIS, Beta-i e Deloitte Portugal.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Lisboa apoia em 1,2 milhões projetos de apoio à mobilidade reduzida

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião