Câmara de Odivelas investe 8 milhões em educação para “aliviar” orçamento das famílias

Odivelas anuncia investimento de cerca de oito milhões no ano letivo 2022/2023, para "aliviar" orçamento das famílias e proporcionar as ferramentas necessárias aos alunos.

Para “aliviar” as famílias do concelho de Odivelas do peso financeiro que os materiais escolares acarretam no orçamento, a Câmara Municipal vai investir cerca de oito milhões de euros, no ano letivo 2022/2023. A autarquia, liderada pelo socialista Hugo Martins, vai, por isso, atribuir as fichas escolares até ao 2º ciclo do ensino básico e kits escolares a todos os alunos dos Jardins de Infância e do 1º ciclo, anuncia o município em comunicado.

Segundo a autarquia, esta é “uma política de proximidade pioneira em Portugal“, uma vez que, assegura na mesma nota, “foi precursora na entrega gratuita dos livros escolares e que mesmo, após o Governo decretar a gratuitidade dos manuais”, avançou para a disponibilização gratuita das fichas. “Neste momento, somos um dos poucos municípios do país a fornecer igualmente kits escolares aos alunos”, refere o autarca, adiatando que o objetivo é “apoiar as famílias e proporcionar à comunidade escolar as ferramentas necessárias para o desenvolvimento escolar dos alunos”.

Só neste primeiro ano de mandato, já investimos cerca de 14,5 milhões de euros na requalificação ou construção de novos equipamentos escolares.

Hugo Martins

Presidente da Câmara Municipal de Odivelas

O presidente da Câmara Municipal de Odivelas garante, por isso, que “a educação continua a ser um dos principais pilares do desenvolvimento do município de Odivelas para promover a inclusão e um ambiente escolar de tranquilidade junto da comunidade educativa”. Mais, adianta o autarca socialista, “só neste primeiro ano de mandato, já investimos cerca de 14,5 milhões de euros na requalificação ou construção de novos equipamentos escolares”.

O município lança outra cartada na aérea da educação: o programa piloto “Plataforma Digital de Conteúdos Educativos” que vai permitir a 500 alunos a utilização de novos recursos digitais, “aliviando as mochilas das crianças e potenciando o sucesso escolar destes alunos”.

Hugo Martins refere também que a autarquia assegura o fornecimento de três refeições diárias às crianças do pré-escolar e do 1º ciclo, além do almoço a todos os alunos do 2º e 3º ciclo e do ensino secundário; o que representa uma injeção financeira na ordem dos 5,7 milhões de euros.

Todos estes investimentos do município representam o “compromisso de continuar a apoiar as famílias, no atual contexto de forte incerteza e complexidade que se vive”, conclui o autarca socialista.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Câmara de Odivelas investe 8 milhões em educação para “aliviar” orçamento das famílias

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião