Empresas do litoral alentejano já podem concorrer aos apoios da Transição Justa

A partir desta quarta-feira e até 21 de janeiro, empresas podem apresentar propostas de investimento através de um formulário eletrónico no Balcão 2020. Montante do apoio só após publicação do aviso.

As empresas do litoral alentejano já podem a partir desta quarta-feira concorrer aos apoios do Fundo para uma Transição Justa. Um fundo criado para apoiar os territórios que enfrentam graves desafios socioeconómicos decorrentes do processo de transição para uma economia com impacto neutro no clima e que pode ser a solução para os trabalhadores confrontados com o encerramento da Central Termoelétrica a carvão de Sines.

As empresas do Alentejo Litoral podem submeter propostas para desenvolvimento de projetos de investimento produtivo que contribuam para a diversificação, modernização e reconversão da economia, assim como a expansão de novas indústrias e novos serviços para apoiar a transição climática e energética. Mas também que ajudem à implantação de tecnologias, sistemas e infraestruturas para energias limpas a preços acessíveis, incluindo tecnologias de armazenamento de energia, e a redução das emissões de gases com efeito de estufa.

As candidaturas serão valorizadas se criarem emprego, sobretudo se derem prioridade aos trabalhadores da região, e se visarem a produção de bens e serviços transacionáveis e internacionalizáveis nestas áreas.

A partir desta quarta-feira e até 21 de janeiro, as empresas podem apresentar as suas propostas de investimento através de um formulário eletrónico no Balcão 2020 de modo a planear os seus investimentos, mas os montantes dos apoios só serão revelados no aviso de candidatura que será publicado em breve, em data que o Ministério da Coesão não especificou.

O Fundo para uma Transição Justa tem um orçamento global de 17,5 mil milhões de euros para o período 2021-2027. Um montante de 7,5 mil milhões de euros será financiado ao abrigo do quadro financeiro plurianual e um montante adicional de dez mil milhões de euros será financiado ao abrigo do Instrumento de Recuperação da União Europeia.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Empresas do litoral alentejano já podem concorrer aos apoios da Transição Justa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião