Taxistas prontos para acampar à frente da Assembleia a partir de 10 outubro

  • Lusa
  • 23 Setembro 2016

Na luta contra a Uber e a Cabify, a ANTRAL admite “montar barracas para acampar se for necessário”. A manifestação dos taxista tem lugar no dia 10 de outubro.

Intitulada de “Todos a Lisboa”, a próxima concentração de taxistas, para contestar a atividade de plataformas que consideram ilegais, poderá durar “um, dois, três, quatro, cinco dias, uma semana, é o tempo que for necessário”, afirmou à agência Lusa o dirigente da Associação Nacional dos Transportadores Rodoviários em Automóveis Ligeiros (ANTRAL), Florêncio de Almeida, acrescentando que vão “montar barracas para acampar se for necessário”.

À margem de uma sessão de preparação do protesto de 10 de outubro, que decorreu em Lisboa, Florêncio de Almeida frisou que objetivo é a “paragem das plataformas que trabalham ilegalmente e que estão proibidas pelos tribunais de trabalhar em Portugal”, argumentando que “se estão proibidas pelo tribunal, não podem trabalhar e o Governo tem que atuar como manda a lei e as decisões dos tribunais”.

Em causa está a atividade de plataformas como a Uber e a Cabify (que permitem pedir carros de transporte de passageiros, com uma aplicação para ‘smartphones’ que liga quem se quer deslocar a operadores de transporte), que as organizações representativas do setor do táxi consideram funcionar de forma ilegal.

Comentários ({{ total }})

Taxistas prontos para acampar à frente da Assembleia a partir de 10 outubro

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião