Petróleo. Arábia Saudita aberta a acordo com o Irão

A Arábia Saudita está a tentar um entendimento com os maiores produtores para travar a produção de petróleo. O objetivo é puxar pelos preços.

A Arábia Saudita está aberta a um compromisso para travar a produção de petróleo para inverter a queda dos preços. Uma urgência que a leva, inclusive, a sinalizar que está disponível para acertar posições com o rival Irão, mas dificilmente será possível chegarem a acordo na reunião de Novembro.

Irão, Líbia e Nigéria estarem a “produzir petróleo em níveis máximos faz sentido”, disse Khalid Al-Falihm, o ministro do petróleo saudita que assumiu o cargo em abril. Uma declaração que revela a maior abertura do maior produtor mundial da matéria-prima perante a meta de travar a produção.

“O diferencial entre os países da Organização dos Países Exportadores de Petróleo em termos dos níveis a que congelaremos a produção está a encolher”, disse Al-Falihm após o encontro com a Rússia. “As opiniões estão a aproximar-se cada vez mais”, acrescentou o responsável, citado pela Bloomberg.

Este encontro com a Rússia antecedeu a reunião informal que está a ter lugar na Argélia. Deste encontro não deverá, dizem os analistas, sair qualquer decisão, fato que tem levado os preços do petróleo a corrigirem nos mercados internacionais. O barril de petróleo segue pouco alterado na sessão de hoje após uma queda que o deixou abaixo dos 45 dólares.

Mesmo esta aproximação entre a Arábia Saudita e o Irão dificilmente produzirá efeitos a tempo da reunião ordinária de Novembro. É que, acreditam os analistas consultados pela Bloomberg, será difícil acordarem na meta de produção do Irão que está ainda a tentar recuperar a sua quota após anos de sanções internacionais.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Petróleo. Arábia Saudita aberta a acordo com o Irão

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião