Fundos comunitários

Acesso+ dá apoio máximo de 500 mil euros por município para investimentos que melhorem a acessibilidade de pessoas com mobilidade reduzida aos espaços e edifícios públicos e dentro dos mesmos.

A investigação surgiu depois de o gestor de uma consultora ter denunciado que funcionários do IAPMEI exigiram dinheiro para aprovar candidaturas a fundos comunitários.