OPEP avança para primeiro corte de produção em oito anos

Um delegado da OPEP avançou que o cartel decidiu reduzir o output de petróleo em 750 mil barris diários. Cotações do petróleo disparam 6%.

A informação não é ainda oficial, mas a OPEP terá chegado a um acordo que prevê o corte de 750 mil barris diários na produção de petróleo do cartel, face aos valores de agosto. Trata-se assim da primeira vez nos últimos oito anos em que o cartel avança com um corte de produção, uma decisão que visa “ressuscitar” as cotações do petróleo. A notícia está a levar as cotações do petróleo a disparar em torno de 6% nos dois lados do Atlântico. O brent negociado em Londres acelera 6,4%, para os 48,91 dólares/barril, enquanto o crude transacionado em Nova Iorque dispara 5,93%, para os 47,32 dólares/barril.

O preço do petróleo recupera

O desfecho de dois dias de negociações que decorreram entre os ministros do petróleo da OPEP, na Argélia, terá resultado no teto de produção de 32,5 milhões de barris diários, abaixo dos 33,2 que se verificava em agosto, segundo avançou o responsável que não quis ser identificado.

Para as economias fortemente dependentes das receitas do petróleo o acordo será uma boa notícia. Já do ponto de vista do consumidor deverá implicar um aumento dos seus encargos na hora de encher o depósito do carro de combustível.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

OPEP avança para primeiro corte de produção em oito anos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião