Farto de ficar sem bateria no iPhone? Saiba como poupar

  • Telmo Fonseca
  • 16 Novembro 2016

É dos pontos mais críticos nos smartphones: sem bateria, pouco importa a qualidade do ecrã ou o espaço de armazenamento. Mas existem formas simples de resolver o problema.

A capacidade da bateria é o desafio tecnológico mais importante em qualquer smartphone, sendo que a própria Apple tem dado passos para otimizar a duração das baterias dos seus telefones, pelo menos, desde o modelo iPhone 6.

Grande parte das nossas vidas está dentro destes pequenos aparelhos, que têm uma utilização cada vez mais intensiva. Quer isso dizer que chegar às três da tarde com apenas 30% de capacidade de bateria restante já se tornou habitual. Mas isso pode mudar, com alguns truques simples.

 

brightnessLigue o Auto-Brightness

Introduzido em 2007, o Auto-Brightness utiliza um sensor para detetar a luz ambiente, reduzindo o brilho do ecrã em ambientes mais escuros ou aumentando o nível quando estamos a utilizar o telefone em plena luz do dia.

É uma das melhores formas de poupar bateria, já que o brilho do ecrã é responsável por sensivelmente 80% do consumo de bateria do telefone e, na prática, também poupa os nossos olhos. Utilizar brilho em excesso no ecrã do telefone em ambientes com pouca luz pode “cansar” a vista, sendo também responsável por distúrbios no sono, depois de um dia inteiro a aproveitar o “sumo” extra que a maior capacidade de bateria que o leitor agora — depois de ler este artigo — vai ter!

 

app-refresh

Desligue o Background App Refresh

Esta aplicação permite gerir a informação que as apps instaladas no seu telefone procuram, mesmo quando estas aplicações não estão ligadas. O objetivo é minimizar o consumo de dados e de bateria, ou seja, fazer com que estas aplicações apenas possam ligar-se à rede em determinadas ocasiões, localizações ou nível de bateria do telefone.

Por um lado, ao ter este modo ligado, acrescenta-se uma mais-valia ao nosso nível de conectividade, já que a aplicação foi desenvolvida para otimizar os consumos referidos. Mas, por outro lado, ao ligar o Background App Refresh, de certa forma está a dar poder a aplicações como o Facebook ou o Google para entrarem pelo telefone adentro e gerirem a quantidade de informação — ou, pior ainda, publicidade — que vai receber.

No fundo, existe um contrassenso entre uma aplicação que foi criada precisamente para otimizar a capacidade da bateria, mas que pode acabar por encurtar o tempo de vida da mesma. Por via das dúvidas, e se for dos que não gosta de estar a ser constantemente “bombardeado” por notificações das suas redes sociais, desligue o Background App Refresh, e poupe na bateria.

 

wifi

Desligue o Wi-Fi e o Bluetooth

Na maioria das situações, desligar o Wi-Fi e o Bluetooth permite que o seu telefone deixe de estar constantemente a tentar ligar-se a todas as redes disponíveis, embora existam exceções. Se, por exemplo, se encontrar uma zona de excelente cobertura de Wi-Fi, mas com péssima rede do seu operador, será preferível desligar antes os seus dados móveis e manter o Wi-Fi ligado. Desta forma, o seu telefone não vai andar a “dançar” entre redes, num constante frenesim para perceber qual delas é a melhor.

Se, por outro lado, estiver no seu quintal, longe do router lá de casa, não faz grande sentido deixar que o seu telefone se esteja a debater com uma tentativa de ligação que não vai funcionar, derretendo a bateria no processo. Já em relação ao Bluetooth, se não utiliza acessórios que se liguem por esta rede, simplesmente desligue esta função, poupando assim também o seu cérebro a mais uma rede eletromagnética ligada.

reduce-motionLigue o Reduce Motion

Por defeito, o sistema de parallax do seu telefone serve-se dos sensores de movimento embutidos no aparelho para fazer “flutuar” elementos gráficos como ícones, transições de ecrã, animações ou mesmo a imagem de fundo enquanto você mexe o seu telefone, criando um efeito tridimensional natural do conjunto. Como seria de esperar, é visualmente lindo, mas arrasa com a bateria.

 

low-power

Ligue o Low Power Mode

Sempre que a capacidade da bateria desce abaixo dos 20%, somos confrontados com a mensagem automática do nosso telefone a avisar-nos que o aparelho vai entrar em modo de poupança de bateria, desligando a busca automática de e-mail, reduzindo o brilho do ecrã, aumentando a velocidade de bloqueamento e desbloqueamento de ecrã, desligando animações variadas, pesquisa de redes, e mesmo reduzindo a performance do CPU. Testes indicam inclusivamente que o Low Power Mode reduz a velocidade geral do seu telefone em cerca de 40%.

Ao ligar o Low Power Mode, estamos de certa forma a dizer ao nosso telefone para abrandar antes sequer de entrar na “reserva” de bateria. Em analogia, é como um afrouxar do pé no acelerador do nosso automóvel quando entramos na autoestrada, para manter uma velocidade constante abaixo dos limites legais, e poupar algum combustível.
celular-data

Desligue a Cellular Data

Quando a rede é fraca, o telefone vai aumentar a quantidade de carga da antena de forma a manter-se conectado, primeiro para efetuar ou receber chamadas, mas também para transferência de dados. Essa é a razão pela qual a bateria do telefone parece desaparecer de forma escandalosa quando andamos a passear no campo, dentro de casa, ou em qualquer outra zona de cobertura duvidosa. Desligar os dados móveis neste tipo de situações vai ajudar muito a manter algum sumo dentro da bateria.

 

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Farto de ficar sem bateria no iPhone? Saiba como poupar

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião