5 coisas que tem de saber antes de abrirem os mercados

Da tomada de posse de Guterres como secretário-geral da ONU ao comportamento dos preços do petróleo após um acordo histórico entre a OPEP e outros produtores há muito a que estar atento hoje.

Existem vários temas a que os investidores devem estar atentos no dia de hoje. Um dos que mais atenção deve chamar será o comportamento dos preços do petróleo após o acordo histórico deste sábado que uniu a OPEP a outros países produtores num corte combinado de output. Os analistas antecipam subidas das cotações do “ouro negro”. Vários leilões de dívida na Europa, mas também nos EUA, bem como dados económicos da China são outros dos temas que devem ser acompanhados. O mesmo acontecerá com a tomada de posse de António Guterres como secretário-geral da ONU.

Guterres toma posse como secretário-geral da ONU

António Guterres toma posse esta segunda-feira como secretário-geral da ONU. O antigo primeiro-ministro português presta juramento sobre a Carta das Nações Unidas, numa cerimónia em que Portugal estará representado pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa e pelo primeiro-ministro, António Costa. No discurso após a tomada de posse, Guterres deverá traçar as linhas mestras do seu “programa de governo” e como pretende gerir temas como o conflito na Síria, a ambição nuclear da Coreia do Norte e as mudanças climáticas.

Petróleo para onde vais?

Neste fim-de-semana fez-se história no mercado petrolífero mundial. Pela primeira vez, em 15 anos, a OPEP e países produtores fora do cartel, como a Rússia, acordaram um corte combinado no output de petróleo durante um encontro que decorreu no sábado em Viena. A Rússia e outros países fora do cartel acertaram baixar a sua produção em quase 600 mil barris diários a partir do próximo ano. Este valor estende para quase 1,8 milhões de barris o corte combinado entre as duas partes. O objetivo é reequilibrar o mercado e puxar pelos preços do petróleo. Como reagirão hoje as cotações da matéria-prima? Analistas antecipam uma subida.

Ministro das Finanças britânico questionado na Casa dos Comuns

Depois de ter anunciado no final de novembro as previsões de outono, onde reviu em baixa as estimativas de crescimento da economia britânica no próximo ano devido ao Brexit, Philip Hammond será questionado hoje pelos membros da Casa dos Comuns a propósito dessas previsões. O ministro das Finanças britânico também estimou que as necessidades de financiamento do Reino Unido aumentaram em mais de 11,7 mil milhões de euros (dez mil milhões de libras). O que terão a dizer os membros da Casa dos Comuns a questionar sobre essas previsões? Trará Hammond novidades?

Vários leilões de dívida soberana testam o mercado

Hoje realizam-se vários leilões de dívida soberana nos dois lados do Atlântico. Na Europa poderá ser interessante acompanhar emissões que decorrem em Itália e em França a escassos dias de os juros da dívida terem disparado no mercado secundário após o resultado eleitoral em Itália que conduziu à demissão de Renzi do cargo de primeiro-ministro. Nos EUA realizam-se também vários leilões de dívida soberana a poucos dias da reunião da Fed, onde deverá ser anunciada uma subida dos juros da maior economia do mundo.

Como vai a saúde da China?

Hoje serão divulgados vários indicadores na China que poderão dar um sinal sobre o comportamento da economia. Entre outros, serão conhecidos os números sobre os novos empréstimos concedidos no último ano. Os economistas antecipam que seja divulgado um forte aumento do financiamento, já que o governo chinês propõe-se a fomentar o crescimento da economia através de elevados empréstimos.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

5 coisas que tem de saber antes de abrirem os mercados

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião