Renzi reeleito para liderança do Partido Democrata com 70% dos votos

  • Lusa
  • 1 Maio 2017

Na votação que decorreu no domingo participaram 1,8 milhões de pessoas, abaixo dos 2,8 milhões de participantes nas primárias em 2013.

O antigo primeiro-ministro italiano Matteo Renzi venceu as primárias para a liderança do Partido Democrata (PD, centro-esquerda) com 70% dos votos, segundo os resultados definitivos publicados hoje.

No total 1.848.658 pessoas participaram na votação que decorreu no domingo, segundo o PD, menos do que os 2,8 milhões que participaram nas primárias em 2013.

Os dois rivais de Renzi, Andrea Orlando, atual ministro da Justiça, e Michele Emiliano, considerados mais à esquerda, obtiveram 19,5% e 10,49% dos votos, respetivamente.

“Esta é uma responsabilidade extraordinária, agradeço de todo o coração aos homens e mulheres que acreditam na Itália. Avançamos juntos!”, afirmou Renzi no domingo à noite.

O antigo primeiro-ministro italiano, 42 anos, demitiu-se em dezembro, após uma derrota no referendo constitucional e em fevereiro deixou a liderança do PD, procurando nova legitimidade face à contestação que surgiu na ala mais à esquerda do partido.

Agora deverá preparar-se para as próximas eleições legislativas, previstas para o início de 2018. Segundo a imprensa italiana, Renzi gostaria que a votação fosse já no outono.

Quanto vale uma notícia? Contribua para o jornalismo económico independente

Quanto vale uma notícia para si? E várias? O ECO foi citado em meios internacionais como o New York Times e a Reuters por causa da notícia da suspensão de António Mexia e João Manso Neto na EDP, mas também foi o ECO a revelar a demissão de Mário Centeno e o acordo entre o Governo e os privados na TAP. E foi no ECO que leu, em primeira mão, a proposta de plano de recuperação económica de António Costa Silva.

O jornalismo faz-se, em primeiro lugar, de notícias. Isso exige investimento de capital dos acionistas, investimento comercial dos anunciantes, mas também de si, caro leitor. A sua contribuição individual é relevante.

De que forma pode contribuir para a sustentabilidade do ECO? Na homepage do ECO, em desktop, tem um botão de acesso à página de contribuições no canto superior direito. Se aceder ao site em mobile, abra a 'bolacha' e tem acesso imediato ao botão 'Contribua'. Ou no fim de cada notícia tem uma caixa com os passos a seguir. Contribuições de 5€, 10€, 20€ ou 50€ ou um valor à sua escolha a partir de 100 euros. É seguro, é simples e é rápido. A sua contribuição é bem-vinda.

António Costa
Publisher do ECO

5€
10€
20€
50€

Comentários ({{ total }})

Renzi reeleito para liderança do Partido Democrata com 70% dos votos

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião