5 passagens de ano diferentes

  • ECO + Via Verde
  • 29 Dezembro 2017

Farto de grandes ajuntamentos, concertos que se repetem ano após ano ou fogos-de-artifício megalómanos? Então, espreite estas sugestões!

Temos cinco opções para uma passagem de ano mais tranquila mas, ainda assim, animada e cheia de tradição.

Bragança

A Festa dos Rapazes é uma das tradições mais antigas do distrito de Bragança e decorre entre 24 de dezembro e 6 de janeiro.

O pico destas celebrações acontece no Natal, mas os festejos continuam além da passagem de ano. São cerimónias e rituais ancestrais que unem as populações locais e despertam a curiosidade de quem está de visita.

Aproveite os últimos dias de 2017 para conhecer a cidade de Bragança, o castelo medieval ou os museus Militar, da Máscara e do Traje ou Abade de Baçal. Pelo caminho vá descobrindo outras localidades desta região transmontana.

Serra da Estrela

Os primeiros nevões já caíram na Serra da Estrela e, quer coberta de branco ou não, este é um lugar que vale sempre a pena visitar.

Aproveite o fim de semana da passagem de ano para desvendar os locais mais naturais da serra, como a Lagoa Comprida, o Covão dos Conchos e o Covão D’Ametade. Claro que, se o tempo o permitir, uma subida até à torre é obrigatória.

A cidade da Guarda e as vilas de Manteigas e Seia fazem as honras da casa e são bons pontos de partida para uma entrada diferente em 2018.

Ericeira

A cerca de 50 km de Lisboa, a Ericeira é cada vez mais procurada para uma passagem de ano tranquila entre amigos, longe da confusão da capital. A vila piscatória enche-se por esta altura para a noite de 31 que, embora fria, costuma ser bastante divertida.

O que não faltam são bons restaurantes e até alguns bares que animam os festejos. E se quiser prolongar a diversão pode sempre tentar uma entrada na discoteca “Ouriço”, uma das mais antigas de Portugal.

O ponto alto da noite é o fogo-de-artifício lançado do porto de pesca que marca a entrada no novo ano.

Vila Nova de Milfontes

É um destino mais procurado nos meses de calor, mas Vila Nova de Milfontes pode ser o ponto de partida ideal para descobrir a Costa Vicentina.

Aproveite os últimos dias do ano para conhecer a região, viajar até Porto Covo ou à Ilha do Pessegueiro, ou ir mais para sul, até a Praia de Almograve ou Porto das Barcas.

Pode ainda dar um pulo até Odemira ou aproveitar para conhecer melhor Milfontes.

A passagem de ano por estas bandas é mais tranquila, ideal para quem quer fugir da confusão das cidades.

Sagres

A nossa sugestão é que vá até ao extremo sudoeste da Europa Continental para começar 2018 com os olhos postos no mar.

A vila é pequena e procurada pelos que querem desfrutar de um final de ano tranquilo. Por estes dias as ruas começam a ficar preenchidas por surfistas, nacionais ou estrangeiros, que vão em busca das primeiras ondas do ano.

Os restaurantes locais e bares da rua principal enchem-se de animação e, por norma, existe ainda um pequeno fogo-de-artifício no bater da meia-noite.

Caso pretenda um pouco mais de festa pode sempre pegar no carro e ir até Lagos.

Comentários ({{ total }})

5 passagens de ano diferentes

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião