CP compra menos comboios

  • ECO
  • 26 Janeiro 2018

Presidente da CP informou sindicatos da redução na lista de compras de 35 para 28 comboios. Suburbanos de Cascais ficam de fora.

Afinal a CP já não vai comprar os 35 comboios propostos pela anterior administração. Carlos Gomes Nogueira, o novo presidente da CP, já fez saber aos sindicatos que a lista de compras encolheu. O novo caderno de encargos prevê apenas a compra de 28 comboios, seis para o longo curso e 22 para o serviço regional, escreve esta sexta-feira, o Público (acesso condicionado).

Em causa estarão razões orçamentais, pelo que não é de excluir que este número de 28 comboios venha a ser reduzido.

Contactados pelo Público, nem a CP, nem o Ministério do Planeamento e das Infraestruturas quiseram comentar a informação.

De fora do concurso público, que está a ser preparado pela CP e pela tutela, ficam os comboios suburbanos para Cascais. De resto, Cascais já tinha ficado à margem, do ponto de vista da infraestrutura, do Ferrovia 2020, o plano de investimentos apresentado para o setor há dois anos pelo ministro Pedro Marques.

“Apesar da modernização da linha de Cascais estar contemplada no PETI3+, o anterior Governo não fez corresponder a essa prioridade qualquer fonte de financiamento”, referiu fonte oficial do Ministério, citada pelo Público, adiantando: “Esta modernização é um projeto que o Governo tem atualmente em estudo, nomeadamente no que respeita à sua componente financeira”. Em causa está a possibilidade de encontrar fundos comunitários para financiar a obra, mas essa possibilidade resultará do exercício de reprogramação do Portugal 2020.

Carlos Gomes Nogueira, na reunião com os sindicatos, adiantou que a prioridade aos comboios regionais destinava-se a substituir o aluguer de automotoras à Renfe por material próprio, uma vez que a CP paga mais de cinco milhões de euros por ano a Espanha por material a diesel que circula nas linhas do Minho, Douro e Oeste.

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

CP compra menos comboios

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião