5 coisas que vão marcar o dia

Termina agora o prazo para os lesados da PT/Oi aderirem à solução que lhes permite recuperar 50% do investimento. Serão também divulgados novos dados sobre a concessão de crédito.

Esta terça-feira é o último dia para os lesados da PT/Oi aderirem à solução que lhes permite recuperar 50% do investimento que fizeram. Será também dia de conhecer novos dados relativos à concessão de crédito. E, a partir de hoje, os contribuintes vão poder fazer os cálculos da pensão que virão a receber, através de uma nova ferramenta da Segurança Social.

Lesados da PT/Oi têm até hoje para recuperar investimento

Os membros da Associação de Lesados em Obrigações e Produtos Estruturados PT/Oi (ALOPE) têm até esta terça-feira para aderir à solução que prevê que os investidores em obrigações da operadora brasileira recuperem 50% do investimento. Podem aderir a esta solução os investidores detentores de títulos com um valor superior a 50.000 reais (cerca de 13.000 euros) que não tenham aderido ao Plano de Acordo para Credores da Oi e que não se encontrem com as obrigações bloqueadas por qualquer outro motivo.

Contribuintes vão poder calcular pensão

O Governo lança, esta terça-feira, no Dia Nacional da Segurança Social, um simulador online das contribuições para a Segurança Social. Esta nova ferramenta vai permitir aos contribuintes calcular a pensão que terão a receber, a partir dos seus dados reais. Será apresentada de manhã pelo primeiro-ministro, António Costa, e pelo ministro do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, José Vieira da Silva. O simulador estará disponível a partir do dia 9 de maio.

Banco de Portugal divulga novos dados sobre concessão de crédito

O Banco de Portugal vai divulgar novos dados relativos à concessão de crédito. Os últimos dados do regulador mostram que a concessão de crédito às famílias tem estado em máximos, com destaque para o crédito à habitação, enquanto o crédito às empresas tem vindo a cair, chegando mesmo a tocar mínimos históricos no caso das pequenas e médias empresas. Os dados divulgados esta manhã já permitirão fazer o balanço do primeiro trimestre.

Operação Fizz: Carlos Silva continua a ser ouvido em tribunal

Carlos Silva, antigo gestor do BCP e atual presidente do Banco Privado Atlântico (BPA), vai continuar a ser ouvido em tribunal, no âmbito da Operação Fizz. Centro do processo estão as acusações ao antigo vice-presidente angolano Manuel Vicente, que terá corrompido Orlando Figueira para que o então procurador arquivasse dois inquéritos. Carlos Silva está a ser ouvido por ter sido responsável pela contratação do ex-procurador português para o BPA, depois da saída de Orlando Figueira do Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP). Na primeira das quatro sessões em que será ouvido, o banqueiro garantiu nem sequer ter o telemóvel de Orlando Figueira.

Eduardo Cabrita ouvido no Parlamento depois da auditoria da Proteção Civil

O ministro da Administração Interna vai ser ouvido na Comissão de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdade e Garantias. A audição a Eduardo Cabrita já estava prevista na agenda do Parlamento, mas poderá ganhar destaque, já que acontece uma semana depois de o Público (acesso condicionado) ter noticiado que uma auditoria interna da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC) aponta para falhas graves a organização inicial do combate aos incêndios de Pedrógão, revelando ainda que os auditores se depararam com a inexistência de provas documentais sobre o trabalho de combate ao fogo.

Comentários ({{ total }})

5 coisas que vão marcar o dia

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião