Revista de imprensa internacional

Já é oficial a acusação japonesa de que Carlos Ghosn ocultou rendimentos da Nissan. Pela União Europeia foi também decidido que o Reino Unido pode reverter o Brexit unilateralmente.

Já é oficial a acusação japonesa de que Carlos Ghosn ocultou rendimentos da Nissan. Pela União Europeia foi também decidido que o Reino Unido pode reverter o Brexit unilateralmente, sem precisar de de consultar os restantes Estados-membros. Também no seguimento de decisões da Justiça, a Huawei vê-se afastada das principais operadoras de telecomunicações japonesas. Veja estas e outras notícias que marcam as manchetes internacionais.

Financial Times

Japão acusa oficialmente Carlos Ghosn e a Nissan

O Ministério Público japonês acusou oficialmente o antigo presidente da Nissan, Carlos Ghosn, de ocultar rendimentos da empresa durante um período de cinco anos. A Nissan é também responsabilizada, já que foi a empresa a apresentar os relatórios às autoridades. A acusação acontece no último dia do período de detenção de 22 dias de Ghosn, depois de este ser preso e afastado do grupo japonês.

Leia a notícia completa no Financial Times (acesso condicionado, conteúdo em inglês).

The Guardian

Reino Unido pode reverter Brexit de forma unilateral

O Tribunal de Justiça da União Europeia decidiu esta segunda-feira que o Governo britânico pode reverter o processo de saída do Reino Unido do bloco de forma “unilateral”, sem que para isso seja necessária a aprovação dos restantes Estados-membros. “O Reino Unido é livre de revogar unilateralmente a notificação da intenção de sair da UE”, lê-se na conclusão deste processo, que foi analisado com caráter de urgência.

Leia a notícia completa no The Guardian (acesso livre, conteúdo em inglês).

Reuters

Operadoras japonesas afastam-se da Huawei

As três principais operadoras de telecomunicações japonesas estão a planear não utilizar equipamento fabricado pela Huawei, ou da ZTE. Esta decisão aplica-se tanto ao equipamento em circulação, como para a próxima onda de dispositivos 5G. Já não é o primeiro mercado a restringir a entrada da Huawei, por receio a ligações com o Governo chinês, seguindo os passos dos Estados Unidos e da Austrália.

Leia a notícia completa na Reuters (acesso livre, conteúdo em inglês).

CBS

1 de março. É o Dia D para a guerra comercial

A guerra comercial entre os Estados Unidos e a China tem de chegar a um consenso até 1 de março, ou novas tarifas serão impostas, ameaçou Robert Lighthizer, o representante para o Comércio dos EUA. As tréguas acordadas entre Trump e Xi Jinping na reunião do G20, em Buenos Aires, têm a duração de 90 dias a contar a partir do jantar dos líderes, sendo esse o “prazo máximo” para conseguir um acordo.

Leia a notícia completa na CBS (acesso livre, conteúdo em inglês).

El País

FMI pede a Espanha para monitorizar preços das casas

O Fundo Monetário Internacional (FMI) alertou o Governo espanhol para uma “ligeira sobrevalorização” dos preços dos imóveis, verificada nos dados de fecho de 2017. Tendo em conta esta evolução, a agência pede a Espanha para que comece a acompanhar de perto os preços praticados no mercado imobiliário. Apesar deste aviso, o FMI ressalva que o mercado ainda está longe de uma nova bolha.

Leia a notícia aqui no El País (acesso livre/conteúdo em espanhol).

Assine o ECO Premium

No momento em que a informação é mais importante do que nunca, apoie o jornalismo independente e rigoroso.

De que forma? Assine o ECO Premium e tenha acesso a notícias exclusivas, à opinião que conta, às reportagens e especiais que mostram o outro lado da história e às newsletters ECO Insider e Novo Normal.

Esta assinatura é uma forma de apoiar o ECO e os seus jornalistas. A nossa contrapartida é o jornalismo independente, rigoroso e credível.

Comentários ({{ total }})

Revista de imprensa internacional

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião