Economia, China e Apple provocam novo trambolhão nas bolsas. Lisboa segue quedas da Europa

Depois da subida na primeira sessão do ano, a praça portuguesa volta às quedas. Segue a tendência negativa das pares europeias penalizada pela Galp Energia.

A bolsa nacional está de volta às quedas, acompanhando a tendência negativa das principais praças europeias. Depois de ter escapado às perdas na primeira sessão do ano, beneficiando da valorização da Galp Energia, o PSI-20 recua perante a descida dos títulos da petrolífera num novo dia de desvalorização das cotações do “ouro negro” nos mercados internacionais.

O índice de referência português somou 0,2% na primeira sessão de 2019. Contudo, está de volta a terreno negativo, perdendo 0,29% para 4.727,19 pontos, tendência que se verifica nas congéneres europeias. O Stoxx 600 recua 0,8%, havendo praças, como a de Paris, com quedas de 1%.

A condicionar o comportamento dos mercados europeus estão os renovados receios quanto ao crescimento económico global, espoletados por dados negativos na China. Também as empresas do setor tecnológico castigam as praças do Velho Continente depois de a Apple ter vindo rever em baixa as suas estimativas de vendas do iPhone.

Os receios quanto ao abrandamento da economia estão a pesar nas cotações do petróleo, levando o preço do barril a corrigir da forte subida na sessão anterior. Perante a queda dos preços, a Galp Energia regista uma queda de quase 1% para cotar nos 13,925 euros. EDP e EDP Renováveis, por seu lado, seguem com ganhos ligeiros.

A pressionar o PSI-20 está também o BCP, que cai 0,39% para 22,77 cêntimos, assim como as empresas do setor do papel. Tanto a Altri como a Navigator estão a perder valor numa sessão em que a Corticeira Amorim regista a maior desvalorização: cai 1,66% para cotar nos 8,90 euros.

Além da EDP e EDP Renováveis, a impedir uma descida mais acentuada da praça portuguesa estão os CTT e a Nos. A empresa de correios valoriza 0,2% para 2,97 euros, já a operadora de telecomunicações liderada por Miguel Almeida apresenta uma subida de 0,09% para os 5,29 euros.

(Notícia atualizada às 8h10 com mais informação)

Comentários ({{ total }})

Economia, China e Apple provocam novo trambolhão nas bolsas. Lisboa segue quedas da Europa

Respostas a {{ screenParentAuthor }} ({{ totalReplies }})

{{ noCommentsLabel }}

Ainda ninguém comentou este artigo.

Promova a discussão dando a sua opinião